Ordonho II da Galiza e Leão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ordonho II da Galiza e Leão
Rei de Leão e Rei da Galiza
O rei Ordonho II, segundo uma miniatura medieval existente na Catedral de Leão.
Governo
Reinado rei da Galiza e Leão
Dinastia Reino de Leão
Vida
Nome completo Ordonho II da Galiza e Leão
Nascimento 871
Morte 924 (53 anos)
Pai Afonso III das Astúrias
Mãe Jimena Garcês de Pamplona
Estátua de Ordonho II em Madrid (L.S. Carmona, 1750-53).

Ordonho II da Galiza e Leão cerca de (c. 873 - Leão, 924), foi rei da Galiza (910-924) e de Leão (914-924).1

Seu pai o rei Afonso III das Astúrias, à sua morte repartiu o reino pelos três filhos, tendo a Ordonho II cabido em testamento o Reino da Galiza. Pela morte sem herdeiros do seu irmão Garcia I de Leão, que herdara a coroa leonesa, Ordonho II assumiu também este reino.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi tido como sendo um governante enérgico e resoluto que submeteu à sua autoridade não apenas os territórios do reino de Leão mas estabeleceu um estado de luta quase constante e com sucesso contra os muçulmanos, que ainda dominava a maior parte da Península Ibérica.

O seu reinado marcou o tácito e silencioso trânsito entre o "regnum Asturum" o "Legionis regnum", com a sede real e definitivamente estabelecida na cidade de Leão.

Nasceu por volta de 873, data que o torna no segundo filho do rei Afonso III das Astúrias, "o Grande", Rei das Astúrias e sua esposa, a rainha Jimena Garcês de Pamplona. Pelo lado do pai era neto do rei Ordonho I das Astúrias e sua esposa, a rainha Nuña.

Ele foi educado por Banu Qasi de Zaragoza, tendo colaborado no trabalho de governação durante o reinado de seu pai, Chegando, ainda no tempo de vida de seu pai a ocupar o governo da Galiza.

Dirigiu pessoalmente por volta do ano 910, uma expedição militar contra os muçulmanos do sul da Península Ibérica, tendo chegado á cidade de Sevilha, destruindo e saqueando o Bairro de Regel, "considerado um dos mais fortes e mais opulentos", conforme o relato feito na Crónica Silense também denominada História Seminense, documento medieval que relata em latim a história da Península Ibérica a partir do Reino visigodo (409 - 711) até aos primeiros anos do reinado de Afonso VI de Leão e Castela (1065 - 1073).

Matrimónio e descendência[editar | editar código-fonte]

Casou por três vezes, a primeira cerca de 892 com Elvira Mendes, filha do conde Hermenegildo Guterres de Conde de Coimbra e de Ermesinda Gatones, da qual teve três filhos:

  1. Sancho Ordonhes rei da Galiza cerca de (895929).
  2. Afonso IV de Leão rei de Leão (900 - 932) casou com Onneca Sanches de Pamplona (905 - 931) filha de Sancho Garcês I de Pamplona,2 rei de Pamplona (c. 860 — 10 de Dezembro de 925) e de Toda Aznares (880 -?)
  3. Ramiro II de Leão, rei de Leão (900 - 965) casado por duas vezes, a primeira em 925 Ausenda Guterres (c. 900 - 931) filha de Guterre Ozores de Coimbra (880 - 933) e de Aldonça Mendes de Coimbra (882 - 942), e a segunda em 930 com Urraca Sanchez de Pamplona (morta depois de 936), filha de Sancho Garcês I de Pamplona e de Toda Aznares de Aragão.
  4. Garcia.
  5. Jimena.

O segundo casamento foi com Aragonta Gonçalves, filha do conde de Deza, Gonçalo Afonso Betote e de Tereza Eris, de quem não teve filhos.

O terceiro casamento com Sancha Sanches de Pamplona, filha do rei de Pamplona, Sancho Garcês I de Pamplona, também não gerou descendência, pelo que o trono foi assumido pelo seu terceiro irmão, Froila II das Astúrias e Leão (ao invés dos filhos do seu primeiro casamento).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Costados do Duque de Bragança, Luis Amaral e Marcos Soromenho Santos, Guarda-Mór Lisboa, 2002.
  • Actas do 17º Congresso Internacional de Ciências Genealógica e Heráldica, Instituto Português de Heráldica, Lisboa, 1986, pg. 317 (Tab. I).
  • Rodríguez Fernández, Justiniano (1997): Reyes de León (I). García I, Ordoño II, Fruela II y Alfonso IV Burgos, La Olmeda. ISBN 84-920046-8-1


Referências

Precedido por:
Afonso III
Armas do reino da Galiza
Rei da Galiza

910 - 924
Sucedido por:
Fruela II
Precedido por:
Garcia I
Armas do reino de Leão
Rei de Leão

914 - 924
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.