Orquestra Sinfônica de Santo André

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A  Orquestra Sinfônica de Santo André (OSSA) é uma orquestra brasileira existente na cidade de Santo André. Atualmente sob regência de Abel Rocha, o grupo está sediado no Teatro Municipal de Santo André e atua na programação artística da cidade.[1]

História[editar | editar código-fonte]

A orquestra foi fundada em 1987 pelo maestro Flávio Florence, que ficou à frente do grupo até 2008, ano em que faleceu. Carlos Eduardo Moreno assumiu o cargo regente titular da orquestra em 2009 e permaneceu até 2013, quando assumiu a Orquestra Experimental de Repertório. Desde 2014 Abel Rocha é regente titular do grupo.[2][3]

A OSSA vem consolidando como um grupo de divulgação e irradiação de cultura importantíssimo para Santo André e toda a região. Atua com repertório diversificado, com programação que inclui espetáculos de ópera, balé, música de câmara e concertos de música erudita e música popular brasileira. Frequentemente apresenta-se com solistas convidados, inclusive internacionais. Atua no Festival de Inverno de Paranapiacaba e já se apresentou no Theatro Municipal de São Paulo.[1][4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Orquestra Sinfônica de Santo André». Prefeitura de Santo André. 3 de abril de 2013. Consultado em 19 de novembro de 2017 
  2. Sampaio, João (14 de fevereiro de 2014). «Maestro Jamil Maluf é afastado do Teatro Municipal de São Paulo». O Estado de S.Paulo 
  3. Sturari, Helder (22 de maio de 2013). «História da Orquestra Sinfônica de Santo André é tema de exposição». Rudge Ramos Online 
  4. «Theatro Municipal de São Paulo - Orquestra Sinfônica de Santo André». Theatro Municipal de São Paulo. 28 de maio de 2017. Consultado em 19 de novembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]