Palenquero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Palenquero (Palenque)
Falado em: Colômbia
Região: San Basilio de Palenque
Total de falantes: 2.500 a 3.000[1]
Família: Línguas crioulas
 "Crioulos" com base no espanhol
  Palenquero
Estatuto oficial
Língua oficial de: A constituição colombiana reconhece as línguas das minorias como "oficiais nos seus territórios."[2]
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: pln
Colombia - Bolívar - Mahates.svg

Palenquero (ou palenque) é uma língua crioula com base na língua espanhola e portuguesa falada na Colômbia, sendo a única como crioula na América Latina espanhola.[3] O grupo étnico que fala essa língua é de cerca de 30.000 pessoas (2013), na vila de San Basilio de Palenque, ao sul de Cartagena e também em lugares próximos a Barranquilla.

A vila de San Basilio foi criada por escravos que escaparam do cativeiro (Quilombolas) e por povos indígenas. Como esses escravos não ficaram sujeitos a constante contato com os espanhóis e seus descendentes, os "palenqueros" falam uma língua "crioula" separada, construída a partir do espanhol, portugues e das suas próprias línguas oriundas da África.[4]

Os falantes de espanhol geralmente não conseguem entender o "palenquero". Apenas 10% dos mais jovens de 25 anos falam essa língua crioula nas comunidades "palenque" (1998), sendo comumente mais falada entre os mais velhos. Há influências da língua quicongo, da República Democrática do Congo, sobre o palenquero. A palavra "palenquera" "ngombe" de significado "gado", existe em muitas línguas bantas.[5]

Mulher Palenquero vendendo frutas na Plaza de San Pedro Claver, Cartagena, Colombia

Vocabulário[editar | editar código-fonte]

Cerca de 300 palavras de origem africana foram identificadas em Palenquero,[6] acreditando-se que muitas se originaram da língua kikongo. Uma lista abrangente com etimologias propostas são fornecidas em "Palenque, Cartagena y Afro-Caribe: historia y lengua" (2002), de Moñino e Schwegler. Acredita-se que um punhado de palavras tenha origem no português, por exemplo: mai 'mãe'; ten 'tem'; ele 'ele ela'; bae 'vai')".

Exemplos:

Palenque Espanhol Português
burú dinero dinheiro
ngombe ganado gado
ngubá maní amendoim
posá casa casa
tambore tambor tambor
mai madre mãe
bumbilo basura lixo
chepa ropa roupa
chitiá hablar falar
ngaina pollo frango
tabáko tabaco tabaco
hemano hermano irmão
onde donde onde
pueta puerta porta
ngolo gordo gordo
flo flor flor
moná niño criança
ceddo cerdo porco
cateyano castellano castelhano
foratero forastero estrangeiro
kusa cosa coisa
cuagro barrio bairro

Amostra de texto[editar | editar código-fonte]

Pai Nosso

Palenquero Espanhol
Tatá suto lo ke ta riba sielo,
santifikaro sendá nombre si,
miní a reino sí,

asé ño boluntá sí,
aí tiela kumo a sielo.
Nda suto agué pan ri to ma ría,
peddona ma fata suto,
asina kumo suto a se peddoná,
lo ke se fatá suto.
Nu rejá sujo kaí andí tentación nu,
librá suto ri má. Amén.

Padre nuestro que estás en el cielo,
santificado sea tu nombre.
Venga a nosotros tu Reino.

Hágase tu voluntad,
así en la tierra como en el cielo.
Danos hoy nuestro pan de cada día.
perdona nuestras ofensas,
como también nosotros perdonamos
a los que nos ofenden.
no nos dejes caer en la tentación,
y líbranos del mal. Amén.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Ministerio de Cultura (2010). «Palenqueros, descendientes de la insurgencia anticolonial» (PDF). 2 páginas 
  2. Título 1, Artigo 10. http://confinder.richmond.edu/admin/docs/colombia_const2.pdf
  3. New York Times: A Language, Not Quite Spanish, With African Echoes accessed on December 17, 2007
  4. Ver Caitlin Smith" [1]
  5. A Language, Not Quite Spanish, With African Echoes
  6. Moñino, Yves; Schwegler, Armin (7 de fevereiro de 2013). Palenque, Cartagena y Afro-Caribe: historia y lengua (em espanhol). [S.l.]: Walter de Gruyter. 171 páginas. ISBN 9783110960228 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

Referências externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]