Partido Nacional Britânico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Partido Nacional Britânico
British National Party
Líder Adam Walker
Fundação 1982
Sede Wigton, Inglaterra,
 Reino Unido
Ideologia Fascismo[1][2]
Nacionalismo britânico
Nacionalismo branco
Populismo de direita
Eurocepticismo
Espectro político Extrema-direita[3]
Membros (2015) 500
Afiliação europeia Aliança dos Movimentos Nacionais Europeus
Cores Azul, Branco e Vermelho

O Partido Nacional Britânico ou BNP (em inglês: British National Party) é um partido político britânico fascista[4] de extrema-direita formado a partir da ruptura do grupo de John Tyndall com a Frente Nacional Britânica em 1982. Até 2009, quando foi vencido nos tribunais por discriminação racial, o partido restringia a filiação às pessoas de "origem caucasiana".

O BNP busca restaurar a etnicidade branca do povo britânico através de medidas legais, como "incentivos aos imigrantes e seus descendentes para voltarem para casa" e o veto a leis anti-discriminação. Para o partido, há diferenças significativas entre as raças. O BNP foi descrito em outubro de 1990 pelo Parlamento Europeu como uma agremiação neonazista. O BNP foi um dos poucos partidos políticos europeus a apoiar abertamente o regime de apartheid na África do Sul e a candidatura de Jean-Marie Le Pen na França.

Nas eleições gerais britânicas de 2005, o partido recebeu 0,7% dos votos, mas não conseguiu eleger nenhum membro do parlamento. Nas eleições locais de 2006, dobrou o número de representantes em câmaras locais na Inglaterra. Na eleição para prefeitura de Londres em 2008, o BNP conseguiu 5,2% dos votos e conquistou uma das 25 cadeiras da Assembleia de Londres. Em 2009, conquistou dois assentos no Parlamento Europeu.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Copsey, Nigel (2007). «Changing course or changing clothes? Reflections on the ideological evolution of the British National Party 1999–2006». Patterns of Prejudice. 41 (1): 61–82. doi:10.1080/00313220601118777 
  2. Copsey, Nigel (2004). Contemporary British Fascism: The British National Party and its Quest for Legitimacy. [S.l.]: Palgrave Macmillan. ISBN 978-1-4039-0214-6 
  3. Copsey, Nigel; Macklin, Graham (2011). The British National Party: Contemporary Perspectives. [S.l.]: Routledge 
  4. «Expelled BNP founder plans court battle». the Guardian (em inglês). 23 de agosto de 2003. Consultado em 18 de dezembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]