Patriota (Revolução Americana)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O espírito de '76, por Archibald Willard, pintado no século XIX.

Patriotas (em inglês: Patriots; também chamados de Rebeldes, Revolucionários, Continentais ou Whigs Americanos) eram os habitantes pró-indenependência das Treze Colônias americanas que se rebelaram contra o controle britânico do seu país durante a Revolução Americana. Sua rebelião era baseado na filosofia do republicanismo, expressado por homens como Thomas Jefferson, John Adams e Thomas Paine.[1]

Como um grupo, os Patriotas vinham de diversas áreas sociais, econômicas e origens étnicas. Seus líderes incluíam advogados como John Adams e Alexander Hamilton; latifundiários como Thomas Jefferson e George Mason; mercadores como Alexander McDougall e fazendeiros como Daniel Shays e Joseph Plumb Martin.[2]

Estima-se que pelo menos 45% da população das Treze Colônias apoiava a rebelião por independência contra os ingleses.

Os patriotas se tornaram as principais figuras no processo de independência dos Estados Unidos.[2]

Referências

  1. Ellis, Joseph J. . Founding Brothers: The Revolutionary Generation (2002)
  2. a b "The American Revolution: The Ideology and Psychology of National Liberation", Perspectives in American History, (1972).

Ver também[editar | editar código-fonte]