Paulo de Égina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paulo de Égina
Paulo de Égina, em uma ilustração no livro de 1511.
Nascimento c. 625
ilha de Égina
Morte c. 690 (65 anos)
Nacionalidade grego bizantino
Ocupação médico, escritor

Paulo de Égina ou Paulo Egineta (em latim: Paulus Aegineta; ilha de Égina, c. 625 — c. 690) foi um médico grego bizantino do [1], conhecido por ter escrito a enciclopédia médica Compêndio Médico em Sete Livros. Por muitos anos no Império Bizantino, este trabalho continha a soma de todo o conhecimento médico do Ocidente e era incomparável em sua precisão e perfeição.

Vida[editar | editar código-fonte]

Nada se sabe sobre sua vida, exceto que nasceu na ilha de Egina, e que viajou muito visitando, entre outros lugares, Alexandria.[2] É às vezes chamado de Iatrosofista e Periodeuta, uma palavra que provavelmente significa um médico que viajou de um lugar para outro no exercício de sua profissão. O período exato em que viveu não é conhecido; mas, como ele cita Alexandre de Trales,[3] e é citado por Iáia ibne Sarafiune (Serapião, o Velho),[4] é provável que Abul Faraje tenha razão em colocá-lo na segunda metade do [1].[5]

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

O Suda diz que Paulo escreveu vários trabalhos médicos, dos quais o principal ainda existente, sem título exato, mas é comumente chamado de Compêndio Médico em Sete Livros (em latim: De Re Medica Libri Septem). Este trabalho é sobretudo uma compilação dos escritores mais recentes.

Sua reputação no mundo islâmico parece ter sido muito grande, e é dito que era especialmente consultado por parteiras, onde ele recebeu o nome de Al-kawabeli ou "o Parteiro".[5] É dito pelos escritores árabes de ter escrito uma obra, De Mulierum Morbis, e outra, De Puerulorum Vivendi Ratione atque Curatione. Sua grande obra foi traduzida para o árabe por Hunaine ibne Ixaque.

O sexto livro sobre cirurgia em particular, foi referenciado na Europa e no mundo árabe durante toda a Idade Média, e é de especial interesse para a História da cirurgia. Toda a obra no original grego foi publicada em Veneza, em 1528, e outra edição apareceu na Basileia em 1538. Várias traduções em latim foram publicadas e foi pela primeira vez traduzido para o inglês, com comentários do Dr. Francis Adams em algum momento entre 1844 e 1848.

Notas

  1. a b VII.
  2. Paul of Aegina, iv. 49, p. 526
  3. Paul of Aegina, iii. 28, 78, pp. 447, 495, vii. 5, 11, 19, pp. 650, 660, 687
  4. Ibn Sarafyun, Pract. vii. 9, pp. 73, 74, ed. Lugd. 1525
  5. a b Abu-al-Faraj, Hist. Dynast. p. 114.

Referências