Pecos Bill

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Em uma de suas aventuras, Pecos Bill conseguiu laçar um tornado.

Pecos Bill é um cowboy estadunidense que figura em inúmeras lendas sobre o Velho Oeste, a maioria surgida na época dos pioneiros.

As histórias sobre Pecos Bill o mostram como exemplo de coragem, humor, força e habilidade, como a que conta que ele montou e domou um ciclone. Também foi usado como explicação de fenômenos naturais como o uivo dos coiotes para a Lua. Ele teria sido criado por uma coiote fêmea. Seu cavalo é o Widowmaker, e sua namorada era Slue-Foot Sue. Para impressionar sua amada, Pecos Bill atirou em todas as estrelas do céu, menos uma que ficou conhecida como Lone Star, a estrela solitária. O escritor Edward O'Reilly produziu a Saga de Pecos Bill, publicada em 1923. Dessa primeira obra surgiria a inspiração para livros sobre outros personagens como Paul Bunyan e Iron John, conhecidos por Big Men.

Cinema[editar | editar código-fonte]

Em Melody Time de 1948, a obra foi adaptada para o cinema por Walt Disney. O segmento do filme chamado Pecos Bill começa com Roy Rogers e seus amigos cantando "Blue Shadows on the Trail". Depois duas crianças perguntam ao mocinho porque os coiotes uivam para a Lua. Em resposta, Roy Rogers fala e canta sobre Pecos Bill e seus companheiros. Em 1995, no filme da Disney Tall Tale, Pecos Bill foi interpretado por Patrick Swayze. Nesta ocasião, ele era apaixonado por Jane Calamidade.

Histórias em quadrinhos[editar | editar código-fonte]

Wild Bill Pecos na capa de The Westerner #39 (agosto de 1951), arte de Syd Shores

Edward "Tex" O'Reilly foi co-autor de uma tira de jornal com o cartunista Jack A. Warren, também conhecido como Alonzo Vincent Warren, entre 1929 e 1938. Quando O'Reilly morreu em 1938, Warren começou uma nova tira intitulada Pecos Pete. A tira foi publicada originalmente publicado no The Sun e foi posteriormente sindicalizada.

Em 1948, a editora Patches Publications lançou a revista em quadrinhos The Westerner Comics, tendo como personagem principal, Wild Bill Pecos, a revista foi publicada até 1951.[1] Em 1949, na Itália, surge pela Mondadori, uma série estrelada por Pecos Bill de Guido Martina (roteiros) e Raffaele Paparella (desenhos).[2]

Referências

  1. House Of Collectibles, Robert M Overstreet. Comic Book-17ed. [S.l.]: Random House Information Group, 1987. 411 p. 9780876377468
  2. Franco Fossati, I grandi eroi del fumetto, Gramese, 1990, 178–179 p.