Pedras de Mora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Pedra de Mora)
Ir para: navegação, pesquisa
Um rei eleito recebe a aclamação do povo (Xilogravura).[1]
Fragmentos de pedras memoriais.
O arqueólogo Manfred Ohlson lançou em 2010 a hipótese de esta ser a pedra de Mora.

As Pedras de Mora (em sueco: Mora stenar) eram um conjunto de pedras, localizadas na aldeia de Morby, a sul de Uppsala. A peça principal era a Pedra de Mora (Mora sten), rodeada por várias pedras memoriais (minnesstenar). Na Pedra de Mora, desaparecida desde o século XVI, eram aclamados pela população os rei eleitos dos Sveas, talvez a partir do século VI, e mais tarde os monarcas da Suécia. As pedras memoriais, das quais 9 estão guardadas em Lagga socken na proximidade de Uppsala, assinalavam esses mesmos monarcas eleitos. A origem da tradição é desconhecida.[2][3]

Pedras memoriais[editar | editar código-fonte]

Das 9 pedras guardadas, apenas 2 têm inscrições legíveis, destacando dois reis:

Em documentos antigos, há menção a alguns reis, que aí teriam sido eleitos e aclamados:

Referências

  1. Olaus Magnus (1982), De nordiska folkens historia. Stockholm
  2. Ulwencreutz, Lars. Från Oden till Vasa: Svea Rikes regentlängder - 110 regenter på 1500 år (em sueco). [S.l.]: Ulwencreutz Media, 2015. Capítulo: Mora Stenar.  256 p. p. 40-42. ISBN 978-1-329-07366-1 Página visitada em 30 de janeiro de 2017.
  3. «Mora Stenar» (em sueco). Município de Knivsta. Consultado em 30 de janeiro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre História da Suécia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.