Pedro Kilkerry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pedro Kilkerry
Nome completo Pedro Militão dos Santos Kuilkuery
Nascimento 10 de março de 1885
Santo Antônio de Jesus
Morte 25 de março de 1917 (32 anos)
Salvador
Residência Salvador
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Advogado, jornalista e poeta
Movimento estético Simbolismo

Pedro Militão Kilkerry (Santo Antônio de Jesus, 10 de março de 1885 — Salvador, 25 de março de 1917) foi um advogado, jornalista e poeta simbolista brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido Pedro Militão dos Santos Kuilkuery,o poeta era descendente de irlandeses por parte do pai, o engenheiro John Kilkerry, superintendente da Bahia Gás Company Limited, e da mestiça alforriada baiana Salustiana do Sacramento Lima.

Em 1906, Kilkerry se juntou ao grupo literário baiano Nova Cruzada e começou a publicar seus primeiros poemas na revista homônima. Em 1913, o poeta se forma em ciências jurídicas e sociais na Faculdade de Direito da Bahia, no mesmo ano em que passa editar as crônicas Quotidianas - Kodaks no Jornal Moderno e lança mão pela primeira vez do poema em prosa. Kilkerry ainda colaborou com poemas sem nada aver e artigos em periódicos de Salvador e começa a escrever em verso livre em seus últimos anos.[1]

Portador de tuberculose pulmonar, faleceu durante uma traqueotomia de emergência em Salvador, sem ter publicado nenhum livro, apesar de ter contribuído para alguns periódicos como Nova zada e Os Anais. Alguns de seus textos foram compilados e publicados pelo ensaísta Andrade Muricy no Panorama do Movimento Simbolista em 1952. Seus poemas, incluindo manuscritos e poemas mantidos oralmente por amigos e familiares, foram recolhidos em 1968 por Augusto de Campos, que o considera um dos precursores do modernismo no Brasil. Também foi chamado de "o Gregório de Matos" daquele período da vida baiana.[2][1]

Referências

  1. a b «Kilkerry, Pedro (1885 - 1917)». Enciclopédia Itaú Cultural Literatura Brasileira. 5 de novembro de 2007. Consultado em 15 de maio de 2016 
  2. . Miranda, Antonio. Site de Poesia Ibero-Americana. Julho de 2009

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Pedro Kilkerry
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.