Saltar para o conteúdo

Pequi (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pequi
  Município do Brasil  
Igreja Matriz Santo Antônio
Igreja Matriz Santo Antônio
Igreja Matriz Santo Antônio
Símbolos
Hino
Lema Pequi cidade feliz!
Gentílico pequiense
Localização
Localização de Pequi em Minas Gerais
Localização de Pequi em Minas Gerais
Localização de Pequi em Minas Gerais
Pequi está localizado em: Brasil
Pequi
Localização de Pequi no Brasil
Mapa
Mapa de Pequi
Coordenadas 19° 37' 58" S 44° 39' 32" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Municípios limítrofes Maravilhas, São José da Varginha, Onça de Pitangui, Fortuna de Minas[1]
Distância até a capital 128 km
História
Fundação 1 de junho de 1912 (112 anos)
Administração
Prefeito(a) André Luiz Melgaço Tavares (Cidadania, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [3] 204,142 km²
População total (estimativa IBGE/2021[4]) 4 457 hab.
Densidade 21,8 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 35667-000 a 35667-999[2]
Indicadores
IDH (PNUD/2000[5]) 0,77 alto
PIB (IBGE/2008[6]) R$ 42 485,039 mil
PIB per capita (IBGE/2008[6]) R$ 9 581,65
Sítio pequi.mg.gov.br (Prefeitura)
camarapequi.mg.gov.br (Câmara)

Pequi é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em julho de 2021 era de 4 457 habitantes.[4] Localizada no Centro-oeste mineiro, dista 119 km de Belo Horizonte.

História[editar | editar código-fonte]

O município de Pequi foi criado pela Lei Estadual n° 556, de 30 de agosto de 1911, constituído por dois distritos: Santo Antônio do Pequi e Onça.[7] Em 1923, o nome do distrito de Santo Antônio do Pequi foi alterado para Pequi.[8] Em 1962 o distrito de Onça foi elevado a município, com o nome de Onça de Pitangui, e Pequi passou a ser constituído somente pelo distrito sede.[9]

Referências

  1. «Pequi». Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais. Consultado em 12 de fevereiro de 2021 
  2. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. a b «Pequi». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 7 de janeiro de 2021 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. MINAS GERAIS, Lei Ordinária nº 556, de 30 de agosto de 1911, art. 7°. Dispõe sobre a divisão administrativa do Estado e contém outras disposições.
  8. MINAS GERAIS, Lei Ordinária nº 843, de 7 de setembro de 1923, Anexo. Dispõe sobre a divisão administrativa do Estado.
  9. MINAS GERAIS, Lei Ordinária nº 2764, de 30 de dezembro de 1962, art. 3°. Contém a divisão administrativa do Estado de Minas Gerais.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Pequi (Minas Gerais)
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.