Phymatidium aquinoi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Como ler uma infocaixa de taxonomiaPhymatidium aquinoi
Taxocaixa sem imagem
Classificação científica
Superdomínio: Biota
Reino: Plantae
Sub-reino: Viridiplantae
Infrarreino: Streptophyta
Superdivisão: Embryophyta
Divisão: Tracheophyta
Subdivisão: Euphyllophyta
Ordem: Asparagales
Família: Orchidaceae
Subfamília: Epidendroideae
Tribo: Cymbidieae
Género: Phymatidium
Espécie: Phymatidium aquinoi

Phymatidium aquinoi é uma espécie de planta do gênero Phymatidium e da família Orchidaceae. Phymatidium aquinoi é facilmente reconhecida por suas sépalas e pétalas onduladas, pela coluna fortemente sigmoide, desprovida de tabula infrasestigmática e pela antera prolongada em bico longo e agudo.[1]

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

A espécie foi descrita em 1925 por Rudolf Schlechter.[2]

Os seguintes sinônimos já foram catalogados:[1]

  • Phymatidium naviculare A.Samp.
  • Phymatidium seehaweri I.Bock

Forma de vida[editar | editar código-fonte]

É uma espécie epífita e herbácea. [1]

Conservação[editar | editar código-fonte]

A espécie faz parte da Lista Vermelha das espécies ameaçadas do estado do Espírito Santo, no sudeste do Brasil. A lista foi publicada em 13 de junho de 2005 por intermédio do decreto estadual nº 1.499-R.[3]

Distribuição[editar | editar código-fonte]

A espécie é endêmica do Brasil e encontrada nos estados brasileiros de Espírito Santo, Minas Gerais,[4] Paraná,[5] Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.[1] A espécie é encontrada no domínio fitogeográfico de Mata Atlântica, em regiões com vegetação de áreas antrópicas, floresta ombrófila pluvial e mata de araucária.[1]

Notas[editar | editar código-fonte]

Contém texto em CC-BY-SA 4.0 de Royer, C.A.; Smidt, E.C.; Brito, A.L.V.T. Phymatidium in Flora e Funga do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro.[1]

Referências

  1. a b c d e f «Phymatidium aquinoi Schltr.». floradobrasil2020.jbrj.gov.br. Consultado em 18 de abril de 2022 
  2. «Phymatidium aquinoi». www.gbif.org (em inglês). Consultado em 18 de abril de 2022 
  3. «IEMA - Espécies Ameaçadas». iema.es.gov.br. Consultado em 12 de abril de 2022 
  4. Lana, Luísa G.; Escobar, Thais F.; Godinho, Elis MM; Peluzio, Luciano E. (2018-Apr-Jun). «Survey of Orchidaceae species of Serra das Cabeças, in Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, Araponga-MG, Brazil». Horticultura Brasileira (em inglês): 156–166. ISSN 0102-0536. doi:10.1590/S0102-053620180202. Consultado em 30 de abril de 2022  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. Royer, Carla Adriane; Brito, Antonio Luiz Vieira Toscano de; Smidt, Eric de Camargo (março de 2014). «O gênero Phymatidium (Orchidaceae: Oncidiinae) no estado do Paraná». Rodriguésia: 251–260. ISSN 0370-6583. doi:10.1590/S2175-78602014000100018. Consultado em 30 de abril de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.