Piet Keizer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Piet Keizer
Piet Keizer
Em 2007
Informações pessoais
Nome completo Petrus Johannes Keizer
Data de nasc. 14 de junho de 1943
Local de nasc. Amsterdã, Países Baixos
Falecido em 10 de fevereiro de 2017 (73 anos)
Local da morte Amsterdã, Países Baixos
Informações profissionais
Equipa atual retirado
Número 11
Posição Ala-esquerdo
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1960–1975 Países Baixos Ajax Amsterdam 365 (146)
Seleção nacional
1962–1974 Países Baixos Países Baixos 34 (11)
Times/Equipas que treinou

Petrus "Piet" Johannes Keizer (Amsterdam, 14 de junho de 1943Amsterdam, 10 de fevereiro de 2017[1]) foi um futebolista dos Países Baixos, que atuava como ala-esquerdo. Como parte do time que praticava o "Futebol Total" do Ajax das décadas de 1960 e 1970, Keizer foi particularmente notável durante as sucessivas funções gerenciais de Rinus Michels e Stefan Kovacs (1965-1973). 

Ele é amplamente considerado um dos melhores jogadores da história do futebol holandês. O escritor holandês Nico Scheepmaker disse uma vez: "Cruyff é o maior, mas Keizer é o melhor". 

Carreira[editar | editar código-fonte]

Keizer totalizou 490 jogos oficiais pelo Ajax, marcando 189 gols entre 1961 e 1974. Ele jogou predominantemente na esquerda e com o Ajax ganhou 3 Liga dos Campeões (1971, 1972 e 1973), tendo perdido a final da  Liga dos Campeões de 1969 para o AC Milan. 

Também com o Ajax, ele ganhou 6 títulos da Eredivisie, 5 Copas KNVB, 1 Copa Intercontinental e 1 Copa Intertoto.

Em agosto de 1973, sob o novo gerente do Ajax, George Knobel, os jogadores do Ajax votaram em uma cédula secreta para que Keizer fosse o próximo capitão da equipe, à frente de Johan Cruyff. Poucas semanas depois, Cruyff deixou o Ajax para se juntar ao Barcelona.

Keizer de repente se aposentou do futebol em outubro de 1974, pouco depois de uma disputa sobre táticas com o treinador do Ajax, Hans Kraay.

Na Seleção[editar | editar código-fonte]

Com a  Seleção Neerlandesa de Futebol , Keizer jogou 34 vezes, marcando 11 gols. Ele fez sua estréia internacional em uma vitória amistosa por 8-0 contra as Antilhas Holandesas em 1962.

Keiser foi selecionado pelo treinador holandês, Rinus Michels, para jogar a Copa do Mundo de 1974, mas só jogou no empate em 0-0 contra a Suécia. [2]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 13 de junho de 1967, Keiser casou-se com Jenny Hoopman. O casal tem dois filhos. 

Keizer morreu após uma longa batalha com câncer de pulmão em fevereiro de 2017. 

Estilo de Jogo[editar | editar código-fonte]

O site da UEFA descreveu Keizer como "o gênio da ala esquerda". 

Johan Cruijff, em sua autobiografia, colocou Piet Keizer como ala esquerda em sua equipe ideal.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Ajax

Referências

  1. «Morreu Piet Keizer, que fez dupla com Johan Cruyff no ataque do Ajax». Futebol 365. 11 de fevereiro de 2017. Consultado em 11 de fevereiro de 2017. 
  2. «Elenco Copa de 1974 na worldfootball». Consultado em 16 de fevereiro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]