Portugal nos Jogos Paralímpicos de Verão de 2016

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
IPC logo white (2004).png
Portugal nos Jogos Paralímpicos

Flag of Portugal.svg
Comité Paralímpico Nacional (CPN)
Código do CPI POR
Nome Comité Paralímpico de Portugal
Sítio oficial (em português)
Jogos Paralímpicos de Verão de 2016
Organizador Rio de Janeiro, Brasil
Competidores 37 em 10 modalidades
Dirigentes Humberto Santos
Porta-bandeira José Macedo (abertura)[1]

Luís Gonçalves (encerramento)[2]

Medalhas
Pos.
73
Medalha de ouro
0
Medalha de prata
0
Medalha de bronze
4
Total de medalhas
4
Participações nos Jogos Paralímpicos
Verão 196019641968197219761980198419881992199620002004200820122016 • 2020

Portugal participou nos Jogos Paralímpicos de Verão de 2016 realizados no Rio de Janeiro, Brasil, entre 7 a 18 de setembro de 2016. Os paratletas portugueses competiram em todos os Jogos Paralímpicos de Verão desde que o país se estreou na prova nos Jogos Paralímpicos de Verão de 1972 à exceção de 1976 e 1980. O Comité Paralímpico de Portugal foi representado por 37 paratletas, incluindo 25 homens e 12 mulheres que competiram 7 modalidades. Esta é a segunda maior delegação portuguesa nos Jogos a seguir à delegação dos Jogos Paralímpicos de Verão de 2000 em Sydney, na Austrália com cerca de 52 paratletas.[3]

Modalidades[editar | editar código-fonte]

Número de paratletas portugueses por modalidade:

Modalidade Homens Mulheres Total
1 Athletics pictogram (Paralympics).svg Atletismo 10 7 17
2 Boccia pictogram (Paralympics).svg Bocha 8 2 10
3 Cycling (road) pictogram (Paralympics).svg Ciclismo 2 0 2
5 Equestrian pictogram.svg Hipismo 0 1 1
4 Judo pictogram.svg Judo 1 0 1
6 Swimming pictogram (Paralympics).svg Natação 3 2 5
7 Shooting pictogram (Paralympics).svg Tiro 1 0 1
Total 25 12 37

Conquistas[editar | editar código-fonte]

Disciplinas paralímpicas[editar | editar código-fonte]

Cada participante dos Jogos Paralímpicos possui sua deficiência agrupada em uma das cinco categorias paralímpicas; amputação, a condição pode ser congénita ou sustentada por uma lesão ou doença; paralisia cerebral; paratletas em cadeira de rodas, muitas vezes há sobreposição entre esta e outras categorias; deficiência visual, incluindo a cegueira; As outras, qualquer deficiência física que não se enquadra estritamente sob uma das outras categorias, por exemplo o nanismo ou a esclerose múltipla.[8][9] Cada desporto paralímpico tem então as suas próprias classificações, que dependem das exigências físicas específicas da prova. As provas recebem um código, feito de números e letras, que descrevem o tipo do evento e a classificação dos paratletas que competem. Alguns desportos como o atletismo, dividem os paratletas pela categoria e gravidade das suas deficiências, outros desportos por exemplo a natação, nos grupos de concorrentes de diferentes categorias conjuntas, a única separação é feita com base na gravidade da deficiência.[10]

Cerimónias[editar | editar código-fonte]

Delegação portuguesa na cerimónia de abertura dos Jogos Paralímpicos de Verão de 2016.

Cerimónia de Abertura[editar | editar código-fonte]

A delegação portuguesa desfilou na Cerimónia de Abertura dos Jogos Paralímpicos de Verão de 2016 no Rio de Janeiro com 37 atletas entre os quais José Macedo como porta-bandeira.[11]

Cerimónia de Encerramento[editar | editar código-fonte]

Na cerimónia de encerramento realizada no Estádio do Maracanã, estiveram presentes os 37 atletas que participaram na cerimónia de abertura, tendo como porta-bandeira Luís Gonçalves.[12]

Athletics pictogram (Paralympics).svg Atletismo[editar | editar código-fonte]

Masculino Provas em pista
Atleta Prova Classe Eliminatórias Meias-finais Final
Tempo Posição Tempo Posição Tempo Posição
Cristiano Pereira 1.500 metros
T20
3:59.92
7° lugar
Gabriel Macchi Maratona
T12
Hélder Mestre 100 metros
T51
24.35
8° lugar
400 metros
1:30.82
7° lugar
Jorge Pina Maratona
T12
Luís Gonçalves 100 metros
T12
22.83
2° lugar q
22.98
4° lugar Q
Não se qualificou
400 metros
49.60
2° lugar q
49.92
1° lugar Q
49.54
Medalha de bronze Bronze
Manuel MendesMaratona
T46
2:49.57
Medalha de bronze Bronze
Mário Trindade 100 metros
T11
17.94
3° lugar Q
18.19
6° lugar
400 metros
1:02.51
3° lugar Q
1:05.35
8° lugar
Nuno Alves

Guia: Ricardo Abreu

1500 metros
T11
4:36.32
5° lugar
Não se qualificou
5000 metros
17:03.64
8° lugar
Provas no terreno
Atleta Prova Classe Eliminatórias Meias-finais Final
Performance Posição Performance Posição Performance Posição
Lenine Cunha Salto em comprimento
T20
6.84
6° lugar
Miguel Monteiro Lançamento de peso
F40
8.89
5° lugar
Feminino Provas em pista
Atleta Prova Classe Eliminatórias Meias-finais Final
Tempo Posição Tempo Posição Tempo Posição
Carina Paim 400 metros
T20
1:02.16
6° lugar Q
Não se qualificou
Carolina Duarte 100 metros
T13
12.53
3° lugar Q
12.48 Recorde nacional
6° lugar
400 metros
T13
58.52
7° lugar
Maria Fernandes 100 metros
T38
14.65
8° lugar
Não se qualificou
400 metros
1:08.62
6° lugar
Maria Fiúza 1500 metros
T11
5:24.14
5° lugar
Não se qualificou
Provas no terreno
Atleta Prova Classe Eliminatórias Meias-finais Final
Performance Posição Performance Posição Performance Posição
Maria Fernandes Salto em comprimento
T38
4.04
11° lugar
Inês Fernandes Lançamento de peso
F20
11.69
6° lugar
Ana Filipe Salto em comprimento
T20
4.31
9° lugar
Erica Gomes Salto em comprimento
T20
4.67
7° lugar

Boccia pictogram (Paralympics).svg Boccia[editar | editar código-fonte]

Masculino
Atleta Prova Classe Fase de grupos Quartos de final Meias-finais Final Posição
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Posição Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
António Marques Misto individual
BC1
Zhang
V 3–2
Nagy
D2–4
Smith
V 9–3
1° lugar
Chagas
V 4–3
Perez
D 1–8
Yoo
D 1–8
4° lugar
Abílio Valente
BC2
Araújo
V 4–1
Zhong
V2–2
1° lugar
Saengampa
D1–12
Não se qualificou
Armando Costa
BC3
Oliveira
D1–6
Vasicek
D1–4
3° lugar
Não se qualificou
Cristina Gonçalves
BC2
Rowe
V7–2
Saengampa
D 4–7
2° lugar
Não se qualificou
Domingos Vieira
BC4
Seo
D 3–5
Leung
D 3–5
Morfi-Metzou
V 6–1
3° lugar
Não se qualificou
Fernando Ferreira
BC2
Yan
D 1–8
Yeung
V 5–2
2° lugar
Não se qualificou
José Macedo
BC3
Garneau
V 7–2
Choi
V 3–1

1° lugar

Bjurström
V 7–0
Jeong
D 1–6
Kim
V 5–5
Medalha de bronze Bronze
Mário Peixoto
BC3
Wilson
D 2–4
Takahashi
D 2–4
3° lugar
Não se qualificou
Pedro Clara
B4
McGuire
D 3–4
Pinto
V 6–5
Lau Wai Yan
V 5–3
2° lugar
Seo
D 2–5
Não se qualificou
Pares e equipas
Atletas Prova Classe Fase de grupos Quartos de final Meias-finais Final Posição
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Posição Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Adversário
Resultado
Fernando Ferreira

Cristina Gonçalves António Marques Abílio Valente

Equipa mista
BC1-2
Argentina
D 1–7
Eslováquia
V 12–1
2° lugar
Brasil
V 6–5
Japão
D 5–8
Argentina
V 6–2
Medalha de bronze Bronze
Armando Costa

José Macedo Mário Peixoto

Pares mistos
BC3
Reino Unido
V 4–3
Singapura
D 1–5
Grécia
D 2–5
3° lugar
Não se qualificou
Pedro Clara

Clara Oliveira Domingos Vieira

Pares mistos
BC4
Hong Kong
D 2–6
Reino Unido
D 4–11
Eslováquia
D 4–8
4° lugar
Não se qualificou

Cycling (road) pictogram (Paralympics).svg Ciclismo[editar | editar código-fonte]

Luís Costa e Telmo Pinão representaram Portugal no ciclismo nos Jogos Paralímpicos de Verão de 2016.[13]

Cycling (road) pictogram (Paralympics).svg Ciclismo de estrada[editar | editar código-fonte]

Masculino
Atleta Prova Classe Tempo Posição
Luís Costa Contrarrelógio H5 31:06.06 8° lugar
Fundo 1:37:56 8° lugar
Telmo Pinão Contrarrelógio C2 30:38.04 12° lugar
Fundo 1:58:55 22° lugar

Equestrian pictogram.svg Hipismo[editar | editar código-fonte]

Feminino
Atleta Cavalo Prova Classe Eliminatórias Final
1° volta 2° volta 3° volta Final A Final B Total
Pen Posição Pen Total Posição PenTotal Posição Pen Posição Pen Posição Pen Posição
Ana Mota Veiga
Convicto
Individual
1A
Freestyle
68.261
17° lugar

Legenda: Pen = Penalidades

Judo pictogram.svg Judo[editar | editar código-fonte]

Masculino
Atleta Prova Eliminatorias Quartos de final Meias-finais Repescagem 1 Repescagem 2 Final Posição
Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Adversário

Resultado

Miguel VieiraMenos de 66 kgOliveira Boto

D 000 - 100

Não se qualificou

Swimming pictogram (Paralympics).svg Natação[editar | editar código-fonte]

Masculino
Atleta Prova Classe Eliminatórias Final
Tempo Posição Tempo Posição
David Carreira 50 metros livres
S8
29.32
14° lugar
Não se qualificou
100 metros livres
1:07.43
10° lugar
Não se qualificou
200 metros livres
2:45.23
13° lugar
Não se qualificou
David Grachat 50 metros livres S9 27.03
11° lugar
Não se qualificou
100 metros livres
57.90
9° lugar
Não se qualificou
400 metros livres
4:22.86
4° lugar Q
4:22.86
8° lugar
Nelson Lopes 50 metros costas,
S4
53.51
9° lugar
Não se qualificou
200 metros livres
3:51.29
11° lugar
Não se qualificou
Feminino
Atleta Prova Classe Eliminatórias Final
Tempo Posição Tempo Posição
Joana Calado 100 metros bruços SB8
1:26.52
5° lugar Q
1:25.96
5° lugar
Simone Fragoso 50 metros livres S5
46.49
15° lugar
Não se qualificou
50 metros costas
56.23
12° lugar
Não se qualificou
50 metros mariposa
DNS
200 metros estilos
4:26.08
11° lugar
Não se qualificou

Shooting pictogram (Paralympics).svg Tiro[editar | editar código-fonte]

A última prova de qualificação direta para o Rio de Janeiro no tiro ocorreu na Taça do Mundo de Tiro do Comité Paralímpico Internacional em Fort Benning em novembro de 2015.[14] Adelino Rocha classificou-se na prova de pistola a 50 metros (P4) na classe SH1.[15][16]

Masculino
Atleta Prova Classe Eliminatórias Final
Pontuação Posição Pontuação Posição
Adelino Rocha 10 metros pistola SH1 549 27 Não se qualificou
25 metros pistola 520 30 Não se qualificou
50 metros pistola
501
29
Não se qualificou
Legenda
Recorde mundial Recorde mundial (World record) Recorde africano Recorde africano (African) Q Classificado por posição (Qualified)
Recorde paralímpico Recorde paralímpico (Paralympic record) Recorde da América Recorde da América (Americas) q Classificado por melhor tempo (Qualified)
Melhor marca do ano Melhor marca do ano (World leading) Recorde asiático Recorde asiático (Asian) DNS Não largou (Did not start)
Recorde nacional Recorde nacional (National record) Recorde europeu Recorde europeu (European) DNF Não terminou (Did not finish)
Recorde pessoal Recorde pessoal do atleta (Personal best) Recorde da Oceania Recorde da Oceania (Oceania) DSQ / DQ Desclassificado (Disqualified)
Recorde da temporada Recorde da temporada do atleta (Season best) Recorde sul-americano Recorde sul-americano (South America) NM Sem marca (No mark)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «José Macedo vai ser porta-estandarte de Portugal». SAPO Desporto. SAPO. 31 de agosto de 2016 
  2. «JParalímpicos2016. Jogos fecham com samba e Tóquio a prometer "mudança e atitude"». Observador. Observador. 19 de setembro de 2016 
  3. «Eis os 29 atletas portugueses para os Jogos Paralímpicos». MaisFutebol. 11 de agosto de 2016 
  4. Fernandes, Nuno (9 de setembro de 2016). «Luís Gonçalves conquista bronze para Portugal». Diário de Notícias 
  5. Fernandes, Nuno (12 de setembro de 2016). «Mais uma medalha de bronze para Portugal». Diário de Notícias 
  6. Cappelletti, Milton (16 de setembro de 2016). «José Macedo conquista medalha de bronze no boccia nos Jogos Paralímpicos». Observador 
  7. «Manuel Mendes conquista mais um bronze para Portugal». Diário de Notícias. 18 de setembro de 2016 
  8. McGarry, Andrew (2 de setembro de 2008). «Paralympics categories explained» (em inglês). Australian Broadcasting Corporation 
  9. «Making sense of the categories». BBC Sport (em inglês). British Broadcasting Corporation. 6 de outubro de 2000 
  10. «A-Z of Paralympic classification». BBC Sport (em inglês). British Broadcasting Corporation. 28 de agosto de 2008 
  11. «José Macedo vai ser porta-estandarte de Portugal». SAPO Desporto. SAPO. 31 de agosto de 2016 
  12. «JParalímpicos2016. Jogos fecham com samba e Tóquio a prometer "mudança e atitude"». Observador. Observador. 19 de setembro de 2016 
  13. Lusa (11 de agosto de 2016). «Comitiva lusa para os Jogos Paralímpicos aumenta para 29 atletas». SAPO Desporto. SAPO 
  14. Federação Portuguesa de Tiro (9 de novembro de 2015). «Adelino Rocha conquista quota para os Jogos Rio 2016». Comité Paralímpico de Portugal 
  15. «2015 IPC IPC Shooting World Cup in Fort Benning, United States Official Results Book» (PDF) (em inglês). Comité Paralímpico Internacional. Consultado em 13 de agosto de 2016 
  16. «Adelino Rocha é o primeiro atirador português nos Jogos Paralímpicos». SAPO Desporto. SAPO. 21 de março de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Portugal nos Jogos Paralímpicos de Verão de 2016