Protestos de caminhoneiros no Canadá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Protestos de caminhoneiros no Canadá
Freedom Convoy lined up on Wellington Street Jan 28.png
Manifestantes na Wellington Street, em Ottawa, em 28 de janeiro de 2022
Período 22 de janeiro – 23 de fevereiro de 2022
Local Canadá
Causas Pandemia de COVID-19 no Canadá
Objetivos Oposição ao mandato de vacinas; oposição à Justin Trudeau
Participantes do conflito
James Bauder (organizador), Tamara Lich (organização da angariação de recursos financeiros), Benjamin Dichter (porta-voz)


Forças
551–1 155 veículos[1][2][3][4]
Baixas
272 presos[5][6] [7][8][9][10]
Manifestantes favoráveis ao comboio dos caminhoneiros em frente ao Parlamento Canadense.

Uma série de protestos e bloqueios de estradas no Canadá, chamados Comboio da Liberdade (em inglês: Freedom Convoy 2022; em francês: Convoi de la Liberté) por seus organizadores, foi realizado por motoristas de camiões em 2022.

O comboio seguiu de Toronto[11] na direccão da capital em Ottawa, contra a exigência do passaporte de vacina contra o COVID-19 a esses profissionais que atravessam a fronteira com os Estados Unidos,[12] introduzida pelo governo do Canadá, em 15 de janeiro de 2022. O porta-voz dos protestos, Benjamin Dichter, disse em 29 de janeiro que o comboio de caminhões se prolongava por até 70 quilômetros.[13]

Canais de voz push-to-talk do aplicativo Zello dos manifestantes foram objeto de interrupção coordenada de contra-manifestantes. A música country rock homoerótica Ram Ranch [en] foi usada nesses canais para "trollar" participantes e ouvintes. Os contra-manifestantes iniciaram também a hashtag #RamRanchResistance.[14][15][16][17]

O comboio foi condenado pela indústria de caminhões e por grupos trabalhistas. A Canadian Trucking Alliance afirmou que a maioria dos manifestantes não tinha conexão com as organizações de motoristas de caminhões. Próximo de um bloqueio realizado em Coutts, Alberta, várias armas foram apreendidas pela Real Polícia Montada do Canadá (RCMP) e quatro homens foram presos e acusados por conspiração para cometer assassinato. Autoridades levantaram preocupações sobre o envolvimento de alguns manifestantes com grupos de extrema-direita, incluindo aqueles que promovem a violência e que alguns manifestantes pediram a derrubada do governo federal do Canadá. Algumas fontes chamaram os protestos de ocupação ou cerco.[18][19][20][21]

Segundo uma pesquisa feita pela Nanos Research, de 25 de fevereiro de 2022, cerca de 51% dos canadenses acreditavam que os protestos foram ineficazes, 15% achavam que eram um pouco ineficazes, 20% que eles foram um pouco eficientes, 12% achavam que foram eficazes e 2% não tinham certeza do impacto dos protestos.[22] Outras pesquisas, como uma avaliada pelo The Washington Examiner, indicava que a maioria dos canadenses se opuseram fortemente à abordagem e comportamento dos manifestantes.[23]

Referências

  1. «Trucker convoy leaves Kingston heading for weekend rally in Ottawa» [Caravana de caminhões deixa Kingston rumo ao comício de fim de semana em Ottawa]. Global News. Consultado em 2 de fevereiro de 2022 
  2. «Arnprior expecting 600 Freedom Convoy vehicles this afternoon» [Arnprior espera 600 veículos do Freedom Convoy esta tarde]. InsideOttawaValley.com (em inglês) 
  3. «Ottawa mayor says ticketing, towing protesters could incite them» [O prefeito de Ottawa diz que multar ou rebocar o veículo dos manifestantes poderia incitá-los]. Canadian Broadcasting Corporation (em inglês). 31 de janeiro de 2022. Consultado em 2 de fevereiro de 2022 
  4. Coletta, Amanda; Hassan, Jennifer (31 de janeiro de 2022). «Police investigate 'illegal' acts at Ottawa anti-vaccine mandate trucker protests» [A polícia investiga atos "ilegais" em Ottawa protestos de caminhoneiros contra o mandato anti-vacinação]. The Washington Post (em inglês). Consultado em 2 de fevereiro de 2022 
  5. «Update on Police Operations to Remove Unlawful Protesters». Ottawa Police Service 
  6. «42 arrests, 37 vehicle seizures made by police in Windsor protest». Windsor. 14 de fevereiro de 2022 
  7. «CityNews». toronto.citynews.ca 
  8. «Twelve more arrests as RCMP clear protest near Pacific Highway border crossing». Vancouver Sun. Vancouver BC: Postmedia. 15 de fevereiro de 2022. Consultado em 22 de fevereiro de 2022 
  9. «Two Peterborough men charged in connection with convoy protests over the weekend». Toronto. 21 de fevereiro de 2022 
  10. «Man accused in hit-and-run at Manitoba Freedom Convoy protest granted bail, barred from entering Winnipeg». Winnipeg. 7 de fevereiro de 2022 
  11. «Covid-19: centenas de camionistas cruzam o Canadá em luta contra vacinação obrigatória». Expresso. 28 de janeiro de 2022. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  12. «Camionistas no Canadá protestam contra vacinação obrigatória». Camionistas no Canadá protestam contra vacinação obrigatória. Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  13. Warmington, Joe. «'Freedom' truckers may form world's longest convoy» ["Caminhoneiros livres" podem formar o comboio mais longo do mundo]. torontosun (em inglês). Consultado em 3 de fevereiro de 2022 
  14. Dickson, E. J. (10 de fevereiro de 2022). «A Porno-Metal Song About Gay Cowboys Is Disrupting the Anti-Vax Trucker Convoy». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 12 de fevereiro de 2022 
  15. Gilmore, Rachel (27 de janeiro de 2022). «'Fringe minority' in truck convoy with 'unacceptable views' don't represent Canadians: Trudeau». Global News. Corus Entertainment. Consultado em 30 de janeiro de 2022 
  16. Maher, Stephen (26 de janeiro de 2022). «The grassroots action against Erin O'Toole's leadership has begun». Macleans.ca (em inglês). Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  17. Grant, Demar (11 de fevereiro de 2022). «What is Zello? Inside the app that helped organize "freedom convoy" blockades». The Toronto Star (em inglês). ISSN 0319-0781. Consultado em 12 de fevereiro de 2022 
  18. «Canadian Trucking Alliance Statement to Those Engaged in Road/Border Protests». cantruck.ca. 22 de janeiro de 2022. Consultado em 30 de janeiro de 2022 
  19. «Federal government, CTA issue joint statement on vaccines, supply chain». Truck News. 1 de fevereiro de 2022. Consultado em 25 de janeiro de 2022 
  20. Tasker, John Paul (24 de janeiro de 2022). «Conservative MPs accuse Trudeau of pushing 'vaccine vendetta' as convoy protest heads to Ottawa». CBC News. Canadian Broadcasting Corporation. Consultado em 24 de janeiro de 2022 
  21. «Transport minister concerned trucker convoy becoming a lightning rod for far-right fringe». National Post (em inglês). The Canadian Press. 26 de janeiro de 2022. Consultado em 26 de janeiro de 2022 
  22. Neustaeter, Brooklyn (25 de fevereiro de 2022). «Two in three Canadians say trucker convoy protests were ineffective: Nanos survey». CTV News (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2022 
  23. «Fact check: Strong majority of Canadians oppose convoy protests, poll after poll finds». CNN. 15 de fevereiro de 2022. Consultado em 10 de abril de 2022 
Ícone de esboço Este artigo sobre a pandemia de COVID-19 é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.