Quintino Cunha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura o bairro, veja Quintino Cunha (Fortaleza).
Quintino Cunha
Nascimento 24 de junho de 1875
Itapajé
Morte 1943
Fortaleza
Sepultamento Cemitério São João Batista
Cidadania Brasil
Alma mater
Ocupação advogado, escritor, poeta
Prêmios

José Quintino da Cunha (Itapajé, 24 de julho de 1875 - Fortaleza, 1 de junho de 1943) foi um advogado, escritor e poeta cearense.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Bacharelou-se pela Faculdade de Direito do Ceará em 1909, onde começou a exercer a profissão de advogado criminalista. Foi deputado estadual entre 1913 e 1914.

Ficou bastante conhecido por seu estilo irreverente e carismático, também lembrado pelas anedotas que contava.[2]

Teve seus casos contados pelo seu colega e conterrâneo Roberto Victor Pereira Ribeiro, na revista Cultivar Justiça [1] de Porto Alegre-RS, no ínsigne jornal Diário do Nordeste[2] e no Portal Direito-CE.[3]

Referências

  1. «Dicionário Cravo Albin». Consultado em 13 de setembro de 2008. Arquivado do original em 27 de outubro de 2007 
  2. Consultor Jurídico
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.