Rã-golias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaRã-golias
Goliath Frog.jpg
Estado de conservação
Espécie em perigo
Em perigo (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Amphibia
Ordem: Anura
Família: Ranidae
Género: Conraua
Espécie: C. goliath
Nome binomial
Conraua goliath
(Boulenger, 1906)
Distribuição geográfica
RangeMapConrauaGoliath.png
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Rã-golias

A rã-golias (nome científico: Conraua goliath) é uma espécie africana de anfíbio anuro. Pode medir até 40 cm e pesar 3 kg. É o maior anuro existente. Tem uma capacidade de salto notória, podendo saltar cerca de 3 metros de uma só vez, embora se canse rapidamente após dois ou três saltos. A sua área de distribuição é restrita, compreendendo regiões dos Camarões e Guiné Equatorial. O seu efectivo populacional tem vindo a diminuir devido a destruição do seu habitat e recolecção com vista a ser comercializada como animal de estimação.[1]

Distribuição e habitat[editar | editar código-fonte]

A rã-goliata é normalmente encontrada em rios próximos e de fluxo rápido com fundos arenosos nos países da África Central dos Camarões e da Guiné Equatorial.[2] Os sistemas fluviais em que esses sapos vivem são freqüentemente encontrados em áreas densas e extremamente úmidas com temperaturas relativamente altas.

Ecologia e Comportamento[editar | editar código-fonte]

Reprodução[editar | editar código-fonte]

Seu comportamento reprodutivo há muito tempo é um mistério, mas como a maioria dos anfíbios, a água é vital para sua reprodução. Como a rã-golias não possui um saco vocal, ela não produz chamadas de acasalamento, um comportamento geralmente presente em rãs e sapos.[3] Os machos escavar as lagoas com um metro de diâmetro, constroem piscinas limpas (áreas de desova), empurrando as rochas para padrões semicirculares, carregando areia e pedras pesando até dois terços do seu próprio peso corporal, e fazem a reprodução ao longo dos rios acima da linha de água.[4] As massas de ovos consistem em várias centenas até 3000 ovos, aproximadamente 3,5 mm (0,14 pol) cada, ligados à vegetação no fundo dos rios.[5] O desenvolvimento larval leva entre 85 e 95 dias.

Referências

  1. Redação (19 de agosto de 2016). «Qual é o maior sapo do mundo?». Mundo Estranho. Consultado em 9 de junho de 2018 
  2. Sabater-Pi, J. (1985). «Contribution to the biology of the Giant Frog (Conraua goliath, Boulenger)». Amphibia-Reptilia. 6 (1): 143–153. doi:10.1163/156853885x00047 
  3. Sabater-Pi, J. (1985). «Contribution to the biology of the Giant Frog (Conraua goliath, Boulenger)». Amphibia-Reptilia. 6 (1): 143–153. doi:10.1163/156853885x00047 
  4. PennisiAug. 8, Elizabeth; 2019; Pm, 7:01 (8 de agosto de 2019). «The world's biggest frogs build their own ponds». Science | AAAS (em inglês). Consultado em 9 de agosto de 2019 
  5. «True Frogs: Ranidae – Goaliath Frog(conraua Goliath): Species Accounts». Net Industries. 2008. Consultado em 9 de fevereiro de 2012 
Ícone de esboço Este artigo sobre anfíbios é um esboço relacionado ao Projeto anfíbios e répteis. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.