Reduto de São Pedro de Alcântara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Reduto de São Pedro de Alcântara

O Reduto de São Pedro de Alcântara localizava-se na margem direita do canal do rio Igaraçu, no delta do rio Parnaíba, no litoral do estado do Piauí, no Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

No contexto da Guerra da Independência do Brasil (1822-1823), evacuada a vila de São João do Parnaíba pelas tropas portuguesas sob o comando do major João José da Cunha Fidié (29 de junho de 1823), retornam a ela o Senado da Câmara e os partidários da Independência. Foi encarregado da defesa da vila o coronel Simplício Dias da Silva, que às próprias expensas contribuiu para as obras de defesa, e para vestir e pagar o soldo a doze praças de artilharia para a guarnição do forte da vila (COSTA, 1974:329, 341). Este Reduto localizava-se no ângulo oeste da vila (atual cidade) de Parnaíba, sobre o canal do rio Igaraçu (COSTA, 1974:345).

À época do Período Regencial (1831-1840), em 1837 encontrava-se completamente arruinado, artilhado com quatro peças dos calibres 6 libras e 3 (COSTA, 1974:345).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • BARRETO, Aníbal (Cel.). Fortificações no Brasil (Resumo Histórico). Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército Editora, 1958. 368 p.
  • COSTA, F. A. Pereira da. Cronologia Histórica do Estado do Piauí (2 vol.). Rio de Janeiro: Artenova, 1974. 597 p.
  • GARRIDO, Carlos Miguez. Fortificações do Brasil. Separata do Vol. III dos Subsídios para a História Marítima do Brasil. Rio de Janeiro: Imprensa Naval, 1940.
  • SOUSA, Augusto Fausto de. Fortificações no Brazil. RIHGB. Rio de Janeiro: Tomo XLVIII, Parte II, 1885. p. 5-140.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Camera-photo.svg
Ajude a melhorar este artigo sobre Arquitetura ilustrando-o com uma imagem. Consulte Política de imagens e Como usar imagens.