Reidgotlândia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Territórios originais dos godos e culturas arqueológicas góticas entre os séculos III-IV

Reidgotlândia, Reidgotalândia, Hreidgotlândia ou Hreidgotalândia, também variadamente mencionada nos dialetos nórdicos como Reidgotaland, Reidgothland, Reidgotland, Hreidgotaland ou Hreiðgotaland, foi um termo empregado nas sagas da Escandinávia e no poema anglo-saxão Widsith para referir-se ao território dos godos.[1]

Hreiðr pode significar "ninho do pássaro" e talvez era um kenning que fez referência a tradição gótico de mudar e "nidificar" em novos territórios, embora hreið- é um prefixo que significa "bonito", "grande", "famoso", "nobre" e "ansioso".[1] Outra possibilidade é que era originalmente reið, "corrida, jornada". A identificação do território variou entre as fontes, e foram vários os lugares identificados como o Reidgotlândia:

  1. A ilha de Gotlândia;[2]
  2. Gotalândia;[2]
  3. A terra dos godos, ou seja, Gotiscandza e seus territórios posteriores. Na Saga de Hervör era sinônimo de Aujo e fez fronteira com o território dos hunos;[3]
  4. Dinamarca e Suécia (segundo a Edda em prosa era o reino terrestre de Odin);[4]
  5. Dinamarca[2]
  6. Jutlândia ou ou a Escandinávia como um todo, enquanto as ilhas são chamadas Eigotalândia.[2]

A segunda edição da Nordisk familjebok explica que (h)reidgodos foi originalmente aplicado aos ostrogodos do sudoeste da Europa, como a inferência contida na Saga de Hervör. Na Pedra de Rök da Gotalândia Oriental aparece como hraiðgutum, enquanto no Widsith anglo-saxão é usado na forma Hreð-Gotum para descrever um viajante.[5]

Referências

  1. a b Cleasby 1874, p. 283.
  2. a b c d Society 2009, p. 70.
  3. Orósio 1855, p. 33-34.
  4. Sturluson 2005, p. 234.
  5. «Reidgoter» (em inglês). Consultado em 27 de março de 2015 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Cleasby, Richard (1874). An Icelandic-English Dictionary. Oxford: Clarendon Press 
  • Orósio, Paulo (1855). A literal english Translation of King Alfred's anglo-saxon Version of the compendious History of the World by Paul Orosius: By Jos Bosworth. Containing, Facsimile specimens of the Lauderdale and Cotton Mss. An introduction on Orosius and his work, Notes accompanying the translation, Mr. Hampson‛s essay on King Alfred‛s geography, and A Map of Europe. Asia and Africa, according to Orosius and Alfred. Londres: Longman 
  • Society, The Norroena (2009). The Ásatrú Edda: Sacred Lore of the North. Nova Iorque, Lincoln e Xangai:: iUniverse. ISBN 1440131791 
  • Sturluson, Snorri (2006). The Prose Edda: Tales from Norse Mythology. North Chelmsford, Massachusetts: Courier Corporation. ISBN 0486451518