Reinaldo Ferreira (filho)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Reinaldo Ferreira (filho)
Nome completo Reinaldo Edgar de Azevedo e Silva Ferreira
Nascimento 20 de março de 1922
Barcelona, Espanha
Morte 30 de junho de 1959 (37 anos)
Lourenço Marques, Moçambique
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Poeta
Magnum opus Poemas

Reinaldo Edgar de Azevedo e Silva Ferreira (Barcelona, 20 de Março de 1922; Lourenço Marques, 30 de Junho de 1959) foi um poeta português que realizou toda a sua obra em Moçambique.

Filho do célebre Repórter X, Reinaldo Ferreira chega a Lourenço Marques em 1941, finaliza o 7º ano do liceu e ingressa como aspirante no Quadro Administrativo da Colónia, tendo subido até Chefe de Posto.

Os primeiros poemas começam a ser publicados nos jornais locais ou em revistas de artes e letras. Adapta para a rádio peças de teatro e, mais tarde, colabora no teatro de revista. Autor da letra de canções ligeiras, entre as quais Kanimambo, Uma Casa Portuguesa e Piripiri.

Em 1959 é-lhe detectado cancro do pulmão e morre em Junho desse ano. Não editou nenhum livro em vida.

A coletânea dos seus poemas surgiu em 1960.

António José Saraiva e Óscar Lopes compararam-no ao poeta Fernando Pessoa, realçando «o mesmo sentir pensado, a mesma disponibilidade imensamente céptica e fingidora de crenças, recordações ou afectos, o mesmo gosto amargo de assumir todas as formas de negatividade ou avesso lógico».

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Poemas (único livro, publicado postumamente)
    • 1ª ed. 1960, Imprensa Nacional de Moçambique, Lourenço Marques;
    • 2ª ed. 1962, Portugália, Lisboa;
    • 3ª ed. 1998, Assírio Bacelar, Ed. Vega, Lisboa.

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Reinaldo Ferreira em Biblos - Enciclopédia Verbo das Literaturas de Língua Portuguesa – 1995

Ligações externas[editar | editar código-fonte]