Rio Zeravshan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rio Zeravshan River no distrito de Ayni, Tajiquistão.
Rio Zeravshan na Ásia Central.

O Rio Zeravshan (ou Zarafshan ou Zarafshon, em tajique: Дарёи Зарафшон, em usbeque: Zarafshon, da língua persa زر افشان, zar afshān, significando "o vapores de ouro") é um rio da Ásia Central. Seu nome, "vapores de ouro" em Persa, se refere à presença de areias contendo ouro nas áreas mais altas do seu curso. Para os antigos gregos era conhecido como Politímeto (Polytimetus). Já foi conhecido como rio de Sughd..

Sua nascente (39° 30′ N, 70° 35′ L) é nas escarpas do Pamir no Tajiquistão,de onde flui por cerca de 300 km, passando por Panjaquente antes de entrar no Uzbequistão 39° 32′ N, 67° 27′ L, onde desvia do oeste para nordeste e passa pela lendária cidade de Samarcanda, a qual depende totalmente do oásis ali criado, curva mais um vez para o noroeste de Navoiy, depois a sudoeste, passando Bucara ,antes de se perder no deserto além da cidade de Qorako‘l (Karakul), não chegando até o Amu Dária do qual já foi um afluente.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Em língua russa

  • В.В. Бартольд "К Истории Орошения в Туркестане" (Collected Works, Vol.3) (Москва) 1965

Em língua inglesa

  • V.V. Barthold "Turkestan Down to the Mongol Invasion" (London) 1968
  • Robert Lewis "Early Irrigation in West Turkestan" Annals of the Association of American Geographers Vol.56 №.3 (Sept. 1966) pp467-491
  • Edgar Knobloch "Beyond the Oxus" (London) 1972