Robotech

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Animangá.
Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição.

Este artigo está para revisão desde dezembro de 2009.

Robotech
Gênero Mecha, Space Opera
Anime
Robotech: The Macross Saga
Direção Robert V. Barron, Ippei Kuri
Estúdio Harmony Gold USA, Tatsunoko
(não creditado: Studio Nue, Artland)
Exibição original – 22 de abril de 1985
Episódios 36
Anime
Robotech: The Masters
Direção Robert V. Barron, Ippei Kuri
Estúdio Harmony Gold USA, Tatsunoko
(não creditado: Studio Ammonite)
Exibição original – 24 de maio de 1985
Episódios 24
Anime
Robotech: The New Generation
Direção Robert V. Barron, Ippei Kuri
Estúdio Harmony Gold USA, Tatsunoko
(não creditado: Artmic)
Exibição original – 28 de junho de 1985
Episódios 25
Filme
Codename Robotech
Cor cor
Direção Robert V. Barron, Ippei Kuri
Roteiro Ardwight Chamberlain, Carl Macek
Estúdio Harmony Gold USA, Tatsunoko, IDOL Co.
Lançamento 1986
Filme
Robotech I: The Untold Story
Direção Carl Macek, Noboru Ishiguro
Roteiro Kent Butterworth, Carl Macek
Estúdio Harmony Gold USA, IDOL Co., Tatsunoko
Lançamento 1986
Filme
Robotech II: The Sentinels
Cor cor
Direção Carl Macek
Roteiro Kent Butterworth, Carl Macek
Estúdio Harmony Gold USA, IDOL Co., Tatsunoko
Lançamento 1987 (VHS)
2001 (DVD)
Filme
Robotech 3000
Cor cor
Direção Carl Macek
Estúdio Harmony Gold USA, Netter Digital
Lançamento 2000 (proposto) - (cancelado)
Filme
The Shadow Chronicles
Cor cor
Direção Dong-Wook Lee, Tommy Yune
Roteiro Tommy Yune, Frank Agrama, Ford Riley
Estúdio Dr. Movie, Harmony Gold USA, Tatsunoko
Lançamento 25 de agosto de 2006 (festival)
5 de janeiro de 2007 (EUA)
6 de fevereiro de 2007 (DVD)
14 de março de 2007 (Austrália)
23 de julho de 2007 (Reino Unido)
20 de agosto de 2007 (China)
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá
U.N. Spacy Roundel.svg

Robotech é uma série animada de ficção científica de 85 episódios baseada em três séries de anime sem nenhuma relação entre elas. Lançada pela empresa americana Harmony Gold em 1985, Robotech provavelmente foi a primeira série de anime a despertar o interesse por este tipo de animação no Ocidente, além de ser uma das primeiras a difundir-se em nível mundial. Se reconhece como criador de Robotech como sendo Carl Macek.

Antes do lançamento da série de TV, o nome Robotech foi usado pelo fabricante do model kit Revell em sua linha de Robotech Defenders em meados da década de 1980. A linha consistia em model kits de mechas importados do Japão[1] apresentados em animes como The Super Dimension Fortress Macross (1982), Super Dimension Century Orguss (1983) e Fang of the Sun Dougram (1981).

Ao mesmo tempo, a distribuidora Harmony Gold licenciou a série de Macross para lançamento diretamente em vídeo em 1984, mas seus planos de merchandising foram comprometidos pela distribuição prévia de Revell dos kits Macross. No final, ambas as partes assinaram um acordo de co-licenciamento e o nome Robotech foi adotado para a sindicação de Macross na televisão combinando com as séries Super Dimensional Cavalry Southern Cross e Genesis Climber Mospeada.[1][2] Reeditou-se as linhas argumentais, reeditou-se os capítulos, alterou-se a trilha sonora original, e reescreveu boa parte dos diálogos para lhe dar alguma coeerencia a nova história. A razão desta fusão se deve por que as redes de televisão americanas exigiam um mínimo de 65 episódios para transmitir programas de animação cinco dias por semana, e nenhuma destas três séries chegava a este número sozinha (Macross tinha 36, Southern Cross 23 e Mospeada 25).[1] Para chegar a um número de episódios divisível por cinco, Harmony Gold criou um capítulo com clipes de Macross e de Southern Cross (capítulo 37, Dana´s Story) que vincula a primeira e a segunda parte da série. Além disso, para poder ser transmitida nos EUA, a série sofreu a censura de algumas cenas consideradas inapropriadas para uma série infantil. A série popularizou o gênero dos mechas (robôs gigantes) transformers em todo o mundo, ao mostrar veículos cujas transformações em robôs eram coerentes. A série também adaptou o primeiro OVA da série de anime Megazone 23 e desenvolveu o filme Robotech I: The Untold Story.

O resultado desta combinação é uma história sobre as sucessivas guerra que a humanidade mantém com três raças de extraterrestres durante três gerações pelo controle de uma fonte de energia chamada protocultura. O trabalho de integras as histórias de três séries que originalmente não tinham nenhuma ralação foi complexo e por um lado permitiu fortalecer a história de cada uma das três séries originais dando-lhe um sabor épico, por outro lado deixou inúmeras inconsistências e perguntas a responder.

Existe também uma uma série de Robotech escrita durante a década de 80 por "Jack McKinney" que se desenrolam mais detalhe da história que se veio na série e vincula melhor as três gerações, além de relatar histórias que transcorrem entre as três distintas séries e que não existiam material original. Muitos fãs de Robotech criticam o desenvolver da história que dizem haver discrepâncias com a série original, inconsistências e uma inclinação ao misticismo irrelevante para o final da saga.

Harmony Gold USA tentou produzir uma sequência de Robotech com animação original intitulada Robotech: Sentinels, mas o projeto foi cancelado em 1986 por problemas com o merchandising e a valorização do yen frente ao dólar, então em 1987 os estúdios Harmony Gold USA lançou um fime chamado Robotech II: The Sentinels que seria uma história depois da Saga Macross de Robotech, mas infelizmente o filme foi um fracasso total.

Em 2006, o Harmony Gold USA (EUA) junto com os estúdios DR.Movie (Coréia do Sul) e Tatsunoko (Japão) lançou um filme de animação chamado Robotech: The Shadow Chronicles.

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

EUA[editar | editar código-fonte]

  • AD 2008: Macross Zero (2003 – 2004)
  • AD 2009 – 2014: Robotech: The Macross Saga (1985)
  • AD 2022: Robotech II: The Sentinels (1987)
  • AD 2027: Robotech I: The Untold Story (1986)
  • AD 2029 – 2030: Robotech: The Masters (Southern Cross) (1985)
  • AD 2030 – 2042: Robotech II: The Sentinels (1987)
  • AD 2040: Macross Plus (1994 – 1995)
  • AD 2042 – 2044: Robotech: The New Generation (Mospeada) (1985)
  • AD 2044: Robotech II: The Sentinels (1987), Robotech: The Shadow Chronicles (2006), Robotech: Love Live Alive (2013)
  • AD 2045 – 2046: Macross 7 (1995)
  • AD 2047: Macross Dynamite 7 (1998)
  • AD 2059: Macross Frontier (2008 – 2011)
  • AD 2067: Macross Delta (2016)

Japão[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde dezembro de 2009).
  • Na versão Robotech, Hikaru Ichijou (Rick Hunter) e Misa Hayase (Lisa Hayes) se casam, fazendo diferente da série original Macross.
  • Na TV brasileira, passou primeiro Robotech dublado na TV Globo, e uma semana após o término da série, passou na Gazeta CNT, Guerra das Galáxias, que seria a dublagem da série original Macross, e sendo lançadas poucas fitas de video oficiais dubladas no Brasil.
  • Robotech foi lançado em DVD de bancas no Brasil há alguns anos, tendo apenas poucos episódios de Macross em seu primeiro DVD e Southern Cross em seu segundo DVD Robotech II.
  • Tanto Macross quanto Robotech fizeram sucesso no Brasil, mas, seus jogos de videogames não eram tão populares por serem diferentes demais, e só haver importados no Brasil.
  • A HQ de Robotech abrasileirada veio com traduções e adaptações muito drásticas, cortando algumas frases por falta de espaço nos balões originais desenhados, perdendo parte da essência de seus textos no roteiro.
  • Um grupo de fãs tentou produzir um live action de Macross e Robotech, mas, não foi adiante, devido á falta de recursos e também devido á direitos autorais.

Referências

  1. a b c Perroni Filho, Hélio (2000). «Robotech não é Macross». Editora Escala. Anime>Do 2000 (6) 
  2. Escolhido diretor para Robotech

Séries fundidas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]