Rodion Kuzmin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rodion Kuzmin
Rodion Kusmin em 1926
Nascimento 22 de novembro de 1891
Vitebsk
Morte 24 de março de 1949 (57 anos)
São Petersburgo
Nacionalidade União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Soviético
Alma mater Universidade Estatal de São Petersburgo
Orientador(es) James Victor Uspensky
Campo(s) Matemática
Tese 1935

Rodion Ossijewitsch Kusmin (em russo: Родион Осиевич Кузьмин; Vitebsk, 22 de novembro de 1891São Petersburgo 24 de março de 1949) foi um matemático soviético.

É conhecido por seu trabalho nos campos da teoria dos números e análise matemática.[1]

Resultados selecionados[editar | editar código-fonte]

é sua expansão em fração contínua, encontrar um limite para
Gauss mostrou que Δn tende a zero quando n tende a infinito, contudo não conseguir expressar um limite. Kuzmin mostrou que
com C,α > 0 sendo constantes numéricas. Em 1929, o limite foi aprimorado para C 0.7n por Paul Pierre Lévy.
é transcendental. Ver o teorema de Gelfond-Schneider para desenvolvimentos posteriores.


Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido de «Rodion Ossijewitsch Kusmin» na Wikipédia em alemão. Ajude e colabore com a tradução.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • com N. M. Günter: Aufgabensammlung zur Höheren Mathematik (2 Bände), Deutscher Verlag der Wissenschaften, Berlin 1957 (russisches Original 1946, eine frühere Ausgabe von N. M. Günter stammt aus dem Jahr 1909[4])

Referências

  1. Venkov, B. A.; Natanson, I. P. «R. O. Kuz'min (1891–1949) (obituary)». Uspekhi matematicheskikh nauk. 4 (4): 148–155 
  2. Kuzmin, R.O. (1928). «On a problem of Gauss». DAN SSSR: 375–380 
  3. Kuzmin, R. O. (1930). «On a new class of transcendental numbers». Izvestiya Akademii Nauk SSSR (math.). 7: 585–597 
  4. О задачнике Н. М. Гюнтера и Р. О. Кузьмина – Geschichte der Aufgabensammlung (russisch)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.