Rudolph Vrba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rudolph Vrba
Nascimento 11 de setembro de 1924
Topoľčany
Morte 27 de março de 2006 (81 anos)
Vancouver
Cidadania Tchecoslováquia, Canadá
Etnia Judeu, eslovacos
Cônjuge Gerta Vrbová
Ocupação farmacologista, médico, professor universitário
Prêmios Grão-Cruz da Ordem da Cruz Branca Dupla, Doutor Honoris Causa da Universidade de Haifa
Empregador Universidade da Colúmbia Britânica
Causa da morte câncer

Rudolph Vrba, nascido Walter Rosenberg, (Topoľčany, 11 de setembro de 1924Vancouver, 27 de março de 2006) foi um professor de farmacologia do Canadá, nascido na Eslováquia.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Vrba tornou-se mundialmente conhecido por ser um dos dois judeus que conseguiram fugir do campo de extermínio nazista de Auschwitz-Birkenau no dia 10 de abril de 1944, junto com Alfréd Wetzler.

Salvos pela resistência eslovaca, Rudolph Vrba e Alfréd Wetzler reuniram seus conhecimentos e experiências num depoimento de 32 páginas conhecido como o Relatório Vrba-Wetzler. Este relatório, que chegou aos aliados em junho de 1944, forneceu pela primeira vez dados precisos e detalhados sobre - entre outros - a estrutura e a topografia de Auschwitz-Birkenau, a existência e localização exata das câmaras de gás e dos fornos crematórios, além de estatísticas mensais, revelando a extensão do Holocausto.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.