Rupprecht Geiger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Rupprecht Geiger (26 de Janeiro de 1908 - 6 de Dezembro de 2009) foi um escultor e pintor abstrato alemão proveniente de Munique, Alemanha. É sobretudo conhecido pelas suas pinturas coloridas e pela sua paixão pela cor vermelha.

Vida e obra[editar | editar código-fonte]

Rupprecht Geiger nasceu em Munique e foi o filho único do pintor Willi Geiger. A sua paixão pela pintura surgiu durante as suas viagens de família em Espanha e quando acompanhava o pai nas suas viagens a Marrocos e às ilhas Canárias. Rupprecht Geiger acabou por frequentar entre 1926 e 1929 a Kunstgewerbeschule München, onde se licenciou em Arquitectura. Posteriormente, entre 1930 e 1935, Geiger estudou e leccionou Arquitectura em diversas instituições de ensino de Munique. Após ter concluído os seus estudos, Geiger trabalhou entre 1936 e 1940 em diversos gabinetes de arquitectura, também situados em Munique.

A sua actividade como arquitecto foi interrompida pela Segunda Guerra Mundial quando foi chamado para combater na frente oriental, junto à Polónia e à Rússia. Porém, Geiger era um autodidacta e, após ter sido incorporado na frente de batalha, começou a estudar pintura. Como resultado, Geiger trabalhou entre 1943 e 1944 como ilustrador de guerra na Ucrânia e na Grécia e, em 1948, apresentou a sua primeira pintura abstracta.

Depois da guerra, Rupprecht Geiger tornou-se num membro da Deutschen Künstlerbund e em 1949 co-fundou o grupo artístico ZEN 49 em Munique. Foi precisamente nesta altura que Geiger também se tornou num representante excepcional da pintura abstracta alemã. A sua arte foi reconhecida inclusive pela Hilla von Rebay, pintora alemã de renome e fundadora do Museum for Non-Objective Painting. Geiger concebeu as suas obras em torno do tema "Cor", preocupando-se sobretudo com os conceitos de redução e de claridade. Ele considerava cada cor como tendo um valor intrínseco e que seria através da sua forma que a sua força espiritual ganharia presença.

Na década de 50, Geiger ficou conhecido pelos suas obras em torno da cor vermelha, cor excepcionalmente admirada pelo pintor. Geiger afirmou inclusive: "Vermelho é vida, energia, potência, grandeza, amor, calor, força. Com a sua habilidade de estimular, ela tem uma função poderosa."

Rupprecht Geiger faleceu a 6 de Dezembro de 2009, em Munique. No seu antigo atelier, situado no distrito de Solln em Munique, encontra-se hoje o arquivo Geiger, responsável pela gestão das obras do autor e que oferece visitas guiadas públicas várias vezes ao ano.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Rupprecht Geiger
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.