SOX (sistema operacional)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

SOX foi um UNIX desenvolvido a partir do zero no Brasil no final dos anos 80 pela COBRA (Computadores e Sistemas Brasileiros S/A, atualmente BB Tecnologia e Serviço S/A), sob a liderança de Ivan da Costa Marques. Passou nos testes de verificação de compatibilidade e foi certificado como compatível com UNIX pela X/Open (através da Unisoft) no início de 1989. SOX foi uma das primeiras reimplementação do UNIX totalmente independente da AT&T e o único UNIX desenvolvido fora dos Estados Unidos.

O SOX foi projetado para rodar em minicomputadores da própria Cobra e fez parte da Política Brasileira de Informática que tinha por objetivo alcançar a independência tecnológica no setor de Informática. Apesar de ser um sucesso técnico, veio tarde demais, quando COBRA tinha perdido o apoio governamental e seu desenvolvimento foi interrompido logo depois que foi certificado, quando o governo decidiu permitir a importação do UNIX System V Release 4.0.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Peter Evans (1995) Embedded Autonomy: States and Industrial Transformation, Princeton, NJ: Princeton University Press
  • Gustavo Gindre Monteiro Soares (2002) "A Politica dos Artefatos na Lei de Informática: o Caso SOX[1]", XXV Congresso Brasileiro de Ciência de Comunicação, Salvador, Bahia.
  • Luiz Alberto Almeida Ferreira (aka Luis Ferreira). Proposta de uma Arquitetura para um Sistema Operacional de Tempo Real. 1985. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Sistemas e Computação) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Orientadores: Sueli Bandeira Teixeira Mendes e Firmo Freire.
  • Blog SOx Anatomy[2].
  • História dos UNIXes Brasileiros[3].
  • Márcia de Oliveira Cardoso. SOX: Um UNIX-compatível brasileiro a serviço do discurso de autonomia tecnológica[4]. 2013. Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Pós-Graduação História das Ciências e das Técnicas e Epistemologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Orientador: José Carlos de Oliveira.
  • Sítio[5] com a pesquisa para a tese de doutorado de Márcia de Oliveira Cardoso.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Soares, Gustavo G.M. «A política dos artefatos na Lei de Informática: o caso SOX» (PDF). XXV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Consultado em 5 de abril de 2015 
  2. Luis Ferreira. «Blog SOx Anatomy». Consultado em 5 de abril de 2015 
  3. Gabriel P. Silva. «História dos UNIXes Brasileiros». Consultado em 12 de abril de 2015 
  4. Marcia de Oliveira Cardoso (2013). «SOX: Um UNIX-compatível brasileiro a serviço do discurso de autonomia tecnológica» (PDF). UFRJ. Consultado em 5 de abril de 2015 
  5. Marcia de Oliveira Cardoso. «A história do sistema operacional SOX e a sua figuração como um sistema na contramão da história». Consultado em 5 de abril de 2015