Sadko

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura a ópera de Rimsky-Korsakov, veja Sadko (ópera).

Sadko (em russo: Садко; talvez derivado do hebraico Zadoque), designado Sotko, o Rico (Sotko bogaty) nos anais da Catedral de Santa Sofia, é uma figura semilendária do século XII, ativa na Rússia de Quieve, cuja vida foi narrada em bilinas (poemas épicos dos eslavos orientais). Em 1167, segundo as Crônicas da Novogárdia e Pescóvia, fundou a Igreja dos Santos Bóris e Glebo na cidade de Novogárdia Magna. A sua vida foram associadas estórias míticas, com aquela que teria sido recebido pelo czar do mar ou outra que enriqueceu por influência da ninfa do lago Ilmen, e estas parecem ter derivado de fontes orais finlandesas.[1]

Suas estórias parecem ter se difundido para além da Europa Oriental, pois a personagem Sadoc do romance francês antigo Tristão de Léonois parece ter sido inspirada nele.[1] Muitas obras de arte foram dedicadas a Sadko (por exemplo, ópera “Sadko” de Nikolai Rimsky-Korsakov[2]).

Referências

  1. a b Chadwick 2010, p. 124.
  2. Martin 2014.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Chadwick, H. Munro; Chadwick, Nora K. (2010). The Growth of Literature. Cambrígia: Imprensa da Universidade de Cambrígia 
  • Martin, Nicholas Ivor (2014). «Sadko». The Opera Manual. Lanham, Boulder, Nova Iorque, Toronto, Plemua: Scarecrow 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]