Salto do Itiquira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde maio de 2012).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Salto do Itiquira
Características
Altura 168 m
Localização
Rio Itiquira
País  Brasil
Local Formosa
Salto do Itiquira está localizado em: Brasil
Salto do Itiquira
Coordenadas 15° 22' 4" S 47° 27' 20" O

O Salto do Itiquira é uma queda de água de 168 metros de altura, localizada no município de Formosa, em Goiás, no Brasil.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Itiquira" procede do tupi antigo 'ytykyra, que significa "gotas d'água" ('y, "água" e tykyra, "gotas").[1]

Características[editar | editar código-fonte]

Sendo a quinquagésima[2] maior cachoeira do Brasil, a queda está dentro de uma área protegida. O Parque Nacional de Itiquira, forma-se, em sua base, um poço, porém, não é permitido o banho, pois a força da queda d'água é muito forte. Logo abaixo, no rio, há outros poços com pequenas cachoeiras, onde é possível o banho. Depois do salto, o rio forma uma sequência de cachoeiras, corredeiras e poços, cobertos por uma densa floresta.

O parque esta a 115 Km de Brasilia e atrai muitos turistas. Possui várias nascentes de água mineral e, fora do parque, um clube, restaurante, bares, lanchonetes, camping, piscinas de água corrente, hotel e chalés. A entrada no parque é cobrada. É extremamente comum a prática do rappel na região, em razão da altura existente no local.

Se o tempo estiver ensolarado, forma-se um gigantesco arco-íris em volta da cachoeira. Nas trilhas ecológicas, é possível se contemplar as belezas da natureza, as piscinas naturais e o pôr do sol. O clima na região é de duas estaçõesː a seca - que vai de abril a setembro; e a chuvosa - de outubro a março. As temperaturas chegam aos trinta graus, mas, durante a noite, acontecem baixas, caindo para aproximadamente 14 graus.

As estradas de acesso são boas, pavimentadas em pistas duplas por quase todo o trajeto pela rodovia BR-20, que faz a divisa entre Distrito Federal e Goiás. Os trechos são bem sinalizados com placas indicativas.[parcial?]

Existem agências de turismo que promovem passeios ao local. Alguns hotéis ficam localizados na região, próximos à cidade de Formosa, possibilitando alguns dias de descanso, sendo do tipo hotel fazenda, com piscinas, chalés, restaurante, lanchonete, charretes, cavalos, hidromassagem, sauna, playground, monitores etc.[parcial?]

Fica a 32 quilômetros de Formosa por estrada asfaltada e sinalizada.

Por votação popular, o Salto do Itiquira é escolhido a segunda maravilha natural Goiás[editar | editar código-fonte]

O Salto do Itiquira, localizado no município de Formosa, é a segunda das sete belezas naturais do estado de Goiás. O Itiquira, cujo nome indígena significa abundância, ou fartura das águas, foi escolhido dentre outros 77 patrimônios naturais selecionados segundo os critérios técnicos da Goiás Turismo.

A escolha das 7 belezas naturais de Goiás foi um iniciativa do site Curta Mais, https://www.curtamais.com.br/ , sob a chancela da Goiás Turismo. A votação pública foi realizada via internet, durante  30 dias. Segundo o Curta Mais, foram computados cerca de 10 mil votos.

Referências

  1. NAVARRO, E. A. Dicionário de Tupi Antigoː a Língua Indígena Clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2016. p. 576.
  2. «Verificação de segurança necessária». www.facebook.com. Consultado em 21 de outubro de 2017 

http://www.xapuri.info/goias/formosa-salto-do-itiquira-2a-maravilha-natural-de-goias/

Ícone de esboço Este artigo sobre hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.