Salvatore Gravano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Salvatore "The Bull" Gravano (Brooklyn, Nova Iorque, 12 de março de 1945) era o braço direito de John Gotti, mafioso italiano da família Gambino dos anos 80 em Nova Iorque. Também é conhecido como "Sammy Gravano".

No ano de 1991 foi preso pelo FBI em uma operação contra a familia Gambino. Para se livrar do assassinato de dezoito pessoas entregou John Gotti que foi preso e condenado a prisão perpétua em 1992.

Foi condenado a cinco anos de prisão, beneficiado por ter testemunhado contra seu chefe, entrando em seguida para o programa de proteção à testemunha.


Durante os anos de 1920 a família Morello passou ao controle de Joe "The Boss" Masseria, que em pouco tempo entrou em confronto com a Familia D'Aquila. Salvatore D'Aquila foi assassinado pelos homens de Masseria em outubro de 1928[5] . Seu posto foi assumido pelo seu principal caporegime, Alfredo Mineo e seu braço direito Stefano Ferrigno. No início de 1930, tem início a Guerra Castellammarese entre as facções de Joe Masseria de Manhattan, e de Salvatore Maranzano do Brooklyn. A família Mineo-D'Aquila aliou-se a Joe Masseria. Mas Mineo e Ferrigno foram assassinados pelos homens de Maranzano em novembro de 1930. Em abril do ano seguinte, Joe Masseria seria assassinado por seus próprios comandados, que cansados dos prejuízos financeiros do conflito, fizeram um acordo com Maranzano[6] . Com seu poder consolidado, Maranzano organizou as gangues italianas em cinco famílias. Indicando um membro de cada grupo para o cargo de capo (do português chefe). Para liderar a família Mineo-D'Aquila, Maranzano indicou Frank Scalise. Nomeando então, a si mesmo como capo di tutti capi (chefe de todos os chefes)[7] .

Em setembro de 1931, Salvatore Maranzano foi assassinado a mando de Lucky Luciano, que anteriormente havia liderado o grupo de dissidentes da facção de Masseria, que selaram a paz[8] . Luciano manteve a estrutura criada por Maranzano, adicionando então uma comissão de todas as famílias mafiosas ítalo-americanas, presidida pelas Cinco Famílias de Nova Iorque. Que tinha como objetivo evitar novos confrontos armados, que prejudicavam muito os lucros nos negócios[9] . Ainda em 1931, Luciano que havia se tornado o novo capo di tutti capi, substituiu Frank Scalise por Vincent Mangano como novo chefe da família Mineo-D'Aquila, a futura Família Gambino.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.