Savalu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Savalou / Savalu
—  Comuna e Cidade  —
Savalou ou Savalu, Benin
Savalou ou Savalu, Benin
Savalou / Savalu está localizado em: Benim
Savalou / Savalu
Localização no Benin
Coordenadas 7° 56' N 1° 58' E
País  Benin
Departamento Collines
População (2002)
 - Total 72 641
Fuso horário WAT (UTC+1)

Savalu ou Savalou (em francês) é uma cidade da República do Benim, localizada no Departamento de Collines a uns 70 quilômetros da cidade de Dassa-Zoumé onde existe o Templo Dassa-Zoumé dedicado a Nanã Buruku.

O termo Saluvá ou Savalu, na verdade, vem de "Savé" que era o lugar onde se cultuava Nanã.

Nanã, uma das origens das quais seria Bariba "rei dos reis", uma antiga dinastia originária de um filho de Oduduá, que é o fundador de Savé, é uma parada na rota para o norte é a cidade de Savé. É um lugar muito especial e de grande tradição religiosa desprendida das misteriosas formações rochosas, algumas de carácter sagrado e a alma do povo Fon a perceber-se por toda parte, principalmente pelo culto ao Vodum Sakpata. Também indica o nome do povo dessa região, que veio escravizado para o Brasil. Em termos de identidade cultural, forma uma subdivisão da cultura yoruba.

Os Savalus no Brasil[editar | editar código-fonte]

Os Savalus chegaram no Brasil escravizados em meados do século XVII, juntamente com outras etnias, entre outros os falantes das língua akan, língua ewe, língua fon, língua mina, língua fanti e língua ashanti.

Antes da libertação dos escravos em 1888, os escravos fugidos das fazendas reuniam-se em lugares afastados nas florestas em agrupamentos ou comunidades chamadas quilombos, depois da libertação, os africanos libertos reuniam-se em comunidades nas cidades que passaram a chamar de candomblé.

O Barracão (candomblé) de Ajunsun-Sakpata foi fundado mais tarde pela africana Gaiacu Satu, em Salvador , Bahia e recebeu o nome mais conhecido por Cacunda de Yayá. São os Jeje-Savalu ou Savaluno. Sakpata era rei da cidade Savalu na África, segundo alguns historiadores, Sakpata foi o único rei que preferiu o exílio a se render aos conquistadores do Daomé. O dialeto dos savalus também é o Fon.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • [1] O Triângulo das Tobosi uma Figura Ritual no Benim, Maranhão e Bahia Luis Nicolau

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Benim, integrado ao Projeto África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.