Reino do Daomé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa



Reino do Daomé

Reino

Blank.png
c. 1600 – 1904 Flag of France.svg

Bandeira de Daomé

Bandeira

Localização de Daomé
Continente África
Capital Abomei
Língua oficial Fon
Governo Monarquia
Ahosu (rei)
 • 1600-1645 Do-Aklin
 • 1894-1900 Agoli-agbo
História
 • c. 1600 Fundação
 • 1904 Estabelecimento do Daomé francês

O Daomé era um Estado da África, situado onde hoje se situa o Benim. O reino foi fundado no século XVII (c. 1600) e durou até 1904, quando foi conquistado com tropas senegalesas pela França e incorporado à África Ocidental Francesa.

Relações com Portugal[editar | editar código-fonte]

As relações com Portugal têm inicio no século XV, quando, cerca de 1485, as costas da Guiné e Mina foram percorridas por navegadores portugueses (os primeiros europeus a chegarem a este território), que passaram a desenvolver importantes trocas comerciais (marfim, pimenta, cânhamo-de-manila e armas), assumindo mais tarde particular importância o tráfico de pessoas escravisadas da África para o Brasil Colónia contribuindo para a prosperidade do reino e da capital de Daomé. No final do século XVII, o rei Dom Pedro II de Portugal mandou construir uma fortificação, para proteger os embarques de escravos, que após abandono foi substituída no século XVIII por uma nova fortificação. Desde então os dois reinos mantiveram contactos, com envio de embaixadores a Lisboa e envio de missionários cristãos pelos reis de Portugal e troca de presentes. [1]

Relações com o Brasil[editar | editar código-fonte]

O Reino de Daomé manteve relações diplomáticas com o Brasil, enviando uma missão diplomática em 1750, a fim de melhorar as relações entre os Estados, após um incidente em Daomé, o qual levou a expulsão de representantes luso-brasileiros do reino em 1753. Este relações se deve, principalmente, ao interesse econômico no tráfico negreiro[2].

Ademais, Daomé foi o primeiro Estado a reconhecer a independência do Brasil, em 1822, enviando representantes diplomáticos ao país[2].

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Reino do Daomé