Seleção Papuásia de Rugby League

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Flag of Papua New Guinea.svg
Papua-Nova Guiné
Confederação Papua New Guinea Rugby Football League
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Titular 
Primeiro jogo internacional
Flag of Papua New Guinea.svg Papua-Nova Guiné 12 - 40 Flag of England.svg Inglaterra
(6 de julho de 1975)
Maior vitória
Flag of Papua New Guinea.svg Papua-Nova Guiné 86 - 6 Flag of the Cook Islands.svg Ilhas Cook
(novembro de 1998)
Pior derrota
Flag of Australia.svg Austrália 82 - 0 Flag of Papua New Guinea.svg Papua-Nova Guiné
(7 de outubro de 2000)
Kumuls cercando adversário da Nova Zelândia na Copa do Mundo de Rugby League de 2008; à direita, Neville Costigan

A Seleção Papuásia de Rugby League representa a Papua-Nova Guiné no rugby league mundial. Seus jogadores são apelidados de Kumuls.[1][2]

O rugby league é o esporte nacional do país,[3] um dos dois únicos no mundo que prefere este código de rugby em vez do mais difundido globalmente, o rugby union, ao lado da vizinha Austrália,[4] que a influenciou neste aspecto.[5] É a Papua-Nova Guiné o único país, em levantamento com outros 132 feito pela Revista ESPN, em que o esportista mais bem assalariado é um jogador de rugby, considerando ambos os códigos: Neville Costigan.[6] É considerado o país mais apaixonado pelo rugby league,[5] ainda que seu campeonato nacional da modalidade seja semi-profissional por conta da pobreza local.[7]

A seleção papuásia começou a participar da Copa do Mundo de Rugby League a partir da edição de 1985-88, não tendo ainda títulos.[3][4][8] Ela sondava participar do campeonato australiano da modalidade, o mais forte do mundo,[9] e onde tem alguns bons jogadores (incluindo Costigan).[5] A inclusão, que já havia ocorrido no passado, será retomada em 2014 depois de dezessete anos, mas na segunda divisão do campeonato, em acerto divulgado em 29 de novembro de 2013,[10] já após a campanha considerada decepcionante da Papua-Nova Guiné na Copa do Mundo de Rugby League de 2013, onde perdeu todos os seus jogos.[11][12]

A partir de 2015, passou a travar um ampliado Pacific Test com as seleções de Fiji, Samoa e Tonga. Tradicionalmente, a Papua-Nova Guiné é a terceira força do rugby league na Oceania, mas o recente refluxo de australianos com origens nestes três países para defender estas outras seleções vem colocando a força do Kumuls abaixo das delas. Por outro lado, a inclusão de uma equipe papuásia na segunda divisão australiana fortaleceu-os, com a seleção contando atualmente com um elenco totalmente profissional.[13]

Referências

  1. RAMALHO, Victor (2 de outubro de 2013). «NRL elege os melhores do ano». Portal do Rugby. Consultado em 4 de novembro de 2013 
  2. RAMALHO, Victor (29 de setembro de 2013). «Papua Nova Guiné cai diante do Prime Minister XIII». Portal do Rugby. Consultado em 4 de novembro de 2013 
  3. a b RAMALHO, Victor (11 de outubro de 2011). «Outra Copa do Mundo de Rugby». Portal do Rugby. Consultado em 12 de março de 2013 
  4. a b RAMALHO, Victor (6 de dezembro de 2010). «Rugby League e sua Copa do Mundo». Portal do Rugby. Consultado em 11 de março de 2013 
  5. a b c RAMALHO, Victor (23 de outubro de 2013). «Dia 26 tem a Copa do Mundo de Rugby League». Portal do Rugby. Consultado em 4 de novembro de 2013 
  6. Salário máximo (maio de 2011). Revista ESPN n. 19. Editora Spring, pp. 24-25
  7. RAMALHO, Victor (22 de julho de 2013). «Rugby Union x Rugby League em números». Portal do Rugby. Consultado em 4 de novembro de 2013 
  8. RAMALHO, Victor (25 de outubro de 2013). «Vai começar a Copa do Mundo de Rugby League». Portal do Rugby. Consultado em 1 de novembro de 2013 
  9. RAMALHO, Victor (5 de março de 2013). «Fique por dentro da NRL 2013!». Portal do Rugby. Consultado em 11 de março de 2013 
  10. RAMALHO, Victor (29 de novembro de 2013). «Giro de notícias internacionais». Portal do Rugby. Consultado em 29 de novembro de 2013 
  11. RAMALHO, Victor (5 de novembro de 2013). «Tonga e Samoa triunfam na Copa do Mundo de Rugby League». Portal do Rugby. Consultado em 29 de novembro de 2013 
  12. RAMALHO, Victor (8 de novembro de 2013). «Mundial de League: grandes vitórias para Kiwis e Bravehearts». Portal do Rugby. Consultado em 29 de novembro de 2013 
  13. RAMALHO, Victor (28 de abril de 2015). «Rugby League irá parar com o clássico entre Kangaroos e Kiwis!». Portal do Rugby. Consultado em 29 de abril de 2015