Senda prohibida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Senda Prohibida foi a primeira telenovela produzida no México. Escrita por Jesús Gómez Obregón, com direção de Rafael Banquells. Foi exibida entre 9 de junho de 1958 a 20 de julho de 1958, totalizando 30 capítulos de meia hora, todos produzidos em preto-e-branco. Foi exibida no horário das 19h30 da noite.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Nora, uma ambiciosa jovem chega a Cidade do México buscando fortuna, a consegue seduzindo um homem casado. Seu chefe a enche de luxuria, com joias, abraços e desejos, até que tudo isso o leva a ruína, e o pobre homem vai a falência. Nora, no final descobre que seu chefe faliu, e casa com outro homem, mas no dia do casamento, Nora fica o esperando na igreja e ele nunca chegou. Nora, recebe seu castigo, sem noivo, a jovem, com o vestido de noiva, se olha para o espelho, se tranca no seu quarto, de nunca mais saiu por toda a eternidade.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Silvia Derbez - Nora
  • Francisco Jambrina
  • Dalia Iñiguez
  • Héctor Gómez
  • Bárbara Gil
  • Julio Alemán
  • Augusto Benedico
  • María Idalia
  • Luis Beristain
  • Alicia Montoya
  • Jorge Lavat
  • Miguel Suárez
  • Beatriz Sheridan
  • Rafael Banquells
  • Augusto Benedicto
  • María Antonieta de las Nieves

Audiência na Época[editar | editar código-fonte]

  • A novela, quando estreou, foi uma grande surpresa para os mexicanos. Mas a novela conseguiu ficar no primeiro lugar de audiência.
  • A novela já chegou a deixar todos os televisores mexicanos ligadinhos no canal, tornando então a grande era das telenovelas mexicanas.

Remakes[editar | editar código-fonte]

  • Em 1966 foi feito o primeira remake da telenovela, chamado "El Dolor de Amar", protagonizado por Elvira Quintana, Patricia Morán e Auguto Benedicto.
  • Em 1979 foi feita um remake da telenovela, protagonizado por Claudia Islas, José Alonso e Liliana Abund, no segundo remake a novela se chamou "Amor Prohibido", nessa versão a novela já tinha sido produzida a cores, e contou com mais núcleos e mais história.