Shigeaki Hattori

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde abril de 2018). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Shigeaki Hattori
Informações pessoais
Nome completo Shigeaki Hattori
Nacionalidade japono
Nascimento 3 de novembro de 1963 (55 anos)
Okayama, Japão
Registros na IndyCar Series
Temporadas 2000–2003
Equipes 3 (Treadway, Bradley Motorsports e Foyt)
Corridas 26
Títulos 0 (13º em 2001)
Vitórias 0
Pódios 0
Pole positions 0
Registros na Champ Car
Temporadas 1999
Equipes 1 (Bettenhausen)
Corridas 9 (7 largadas)
Títulos 0 (36º em 1999)
Vitórias 0
Pódios 0
Pole positions 0
Registros nas 24 Horas de Le Mans
Melhor resultado 0
Vitórias em classe(s) 0

Shigeaki Hattori (Okayama, 3 de novembro de 1963) é um ex-piloto japonês de automobilismo. Disputou uma temporada da CART em 1999, pela Bettenhausen Racing, e entre 2000 e 2003 competiu na Indy Racing League, além da NASCAR Craftsman Truck Series entre 2004 e 2005. É atualmente dono da equipe Hattori Racing Enterprises, que disputa as divisões inferiores da NASCAR.

Trajetória na CART[editar | editar código-fonte]

Vindo da Indy Lights, Shigeaki Hattori foi um dos 8 estreantes que disputaram a temporada de 1999 da CART (Gonzalo Rodríguez, Memo Gidley, Luiz Garcia Jr., Tarso Marques, Juan Pablo Montoya, Cristiano da Matta e Naoki Hattori, este último sem parentesco). Das 9 provas em que foi inscrito, largou em 7 e foi lembrado por suas trapalhadas na pista, não tendo pontuado em nenhuma etapa, sendo um 15º lugar, em Gateway, como seu melhor resultado. Em Laguna Seca, o japonês rodou 3 vezes nos treinos, irritando o diretor de provas Wally Dallenbach, que cassou a superlicença, encerrando a passagem de Shiggy pela categoria.


Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.