Sida (botânica)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaSida
Sida fallax.JPG
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Malvales
Família: Malvaceae
Género: Sida
L.
Espécies
Ver texto
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Wikispecies Diretório no Wikispecies

Sida L. é um gênero botânico inserido na família das Malvaceae. Sida é um antigo nome grego, talvez próprio feminino, que Lineu usou, em 1735, para designar tal gênero. Compreende cerca de 200 espécies espalhadas pelo mundo, muito presentes em regiões temperadas e subtropicais das Américas, África, Ásia e Austrália. No Brasil são, popularmente, chamadas de guanxuma ou vassoura, apesar de que tais nomes populares também sejam empregados em outras espécies malváceas e, até mesmo, de outras famílias. Atualmente, há algumas espécies de Sida transferidas para outros gêneros, como Sidastrum e outros.

No Brasil há muitas Sida nativas, todas consideradas infestantes, devido à alta agressividade, e com pouco ou nenhum valor comercial, apesar de algumas serem utilizadas na fitoterapia popular ou substituirem a juta na confecção de cordas e sacos de aniagem, devido às fibras resistentes (contudo há baixo rendimento). Na década de 30, na Índia foi estimulada a produção de Sida rhombifolia L. para a obtenção de fibras.

Algumas são rústicas, outras preferem solos férteis.

Informações Botânicas[editar | editar código-fonte]

São ervas ou subarbustos sublenhosos, com folhas simples, inteiras, alternas e com estípulas. Se caracterizam por não possuirem epicálices (com raríssimas exceções). Cálices 10-costados na base e 5-lobados na parte superior, sendo os lobo em forma de cunha e as nervuras primárias mais destacadas, juntando-se na base. Ovários com 5 ou mais mericarpos, cada um com um óvulo pêndulo; mericarpos diferenciados em 2 partes, a inferior indeiscente, onde está a semente, e a superior, normalmente com 2 aristas ou birostrada; paredes laterais geralmente reticuladas na parte inferior e lisas na superior. Os carpídios trígonos, deiscentes na maturação, são livres, duros, de dorso convexo, geralmente com 2 aristas e o eixo de inserção persistente na maturação.

Sinonímia[editar | editar código-fonte]

Algumas espécies[editar | editar código-fonte]

Classificação do gênero[editar | editar código-fonte]

Sistema Classificação Referência
Linné Classe Monadelphia, ordem Polyandria Species plantarum (1753)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Malvales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.