Silvanita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sylvanite

Silvanita ou Telureto de ouro e prata, também conhecido como “ouro gráfico” ou “telúrio gráfico” apresenta formula (A g,Au )Te2 ou ( Ag,Au )2,Te4, com 6,27% de prata, 34,36% de ouro e 59,36% de telúrio; é o mais comum telureto de ouro. A relação ouro/prata varia desde 3:1 até 1:1. É um mineral metálico cuja cor varia desde um cinza até quase branco. Encontra-se associado a calaverita. A silvanita cristaliza-se na forma monoclínica. Os cristais são raros e geralmente laminados ou granulados. É macio com uma dureza entre 1,5 e 2,0, e com uma densidade relativa alta de 8,0 a 8,2. Quando exposto a luz brilhante durante um longo período pode adquirir uma mancha escura.

Tipos de ocorrência[editar | editar código-fonte]

A silvanita está associada com o ouro nativo, quartzo, rodocrosita, fluorita, pirita, nagyagita, calaverita, kennerita, e outros minerais de teluretos. É encontrado principalmente nas veias hidrotermais de baixa temperatura.

Ocorrências notáveis[editar | editar código-fonte]

A silvanita, descoberta em 1835, é encontrada na Transilvânia ( Romênia ), região da qual deriva o seu nome. Também existem minas de silvanita na Austrália , no distrito leste de Kallgoorlie. No Canadá é encontrado no lago Kirkland de Ontário e no Distrito Rouyn em Quebeque. Nos Estados Unidos é encontrado nos estados da Califórnia e Colorado.

Referências e links externos[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um mineral ou mineraloide é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.