Solda por resistência elétrica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Solda por resistência elétrica (ERW, do inglês Electric resistance welding, as vezes referida apenas como RW[1]) refere-se a um grupo de processos de soldagem, tais como solda ponto ou solda por costura, que produz a coalescência entre duas superfícies, onde o calor para formar a solda é gerado pela resistência elétrica do material, combinado com o tempo e a força usada para manter os materiais em conjunto durante a soldagem. lguns fatores que influenciam o calor de soldagem ou temperaturas são as proporções e o revestimento das peças, o material, a geometria e a força nos eletrodos, a corrente elétrica o tempo de duração da soldagem. Pequenas poças de metal fundido são formadas no ponto de maior resistência elétrica, conforme a corrente elétrica (100–100,000 A) é transmitida através do metal. Em geral são processos eficientes e causam pouca poluição, mas suas aplicações são limitadas a materiais relativamente finos e o custo do equipamento pode ser alto (apesar de que em situações de alta produção, o custo por solda podem baixo).[2]

Métodos[editar | editar código-fonte]

Os métodos de solda por resistência conhecidos são: solda ponto, solda por costura e solda por caldeamento.[3]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «What is ERW Pipe». HYSP Steel Pipe 
  2. «best Tig welder for the money». 30 de dezembro de 2017 
  3. Weman 2003, pp. 80–84.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Weman, Klas (2003), Welding processes handbook, ISBN 0-8493-1773-8, CRC Press.  |ISBN= e |isbn= redundantes (ajuda)|ISBN= e |isbn= redundantes (ajuda)