Soldagem com hidrogênio atômico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Soldagem com hidrogênio atômico é um processo de soldagem que utiliza um arco elétrico (voltaico) entre dois eletrodos metálicos de tungstênio, em uma atmosfera de hidrogênio. O processo foi inventado por Irving Langmuir no curso de seus estudos sobre o hidrogênio atômico. Um arco voltaico eficiente dissocia as moléculas de hidrogênio. Os átomos dissociados, ao se recombinarem, liberam uma enorme quantidade de calor, atingindo temperaturas de 3400-4000 ° C. Sem o arco, um maçarico oxídrico só pode chegar a 2.800 ° C. Esta é a chama mais quente após os cianogênicos em 4525 ° C e o dicianoacetileno em 4987 ° C. Um maçarico de acetileno (oxiacetilênico), apenas atinge 3.300 ° C. Este dispositivo pode ser chamado de maçarico de hidrogênio atômico ou maçarico de Langmuir. O processo também é conhecido como solda a arco-átomo. No Brasil, empresas que produzem e processam aços especiais, fazem uso desse maçarico para a produção de produtos acabados.

Referências


Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.