Téspio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Téspio, na mitologia grega, foi um rei de Téspias, associado a Héracles durante o episódio conhecido como a caçada ao Leão de Citerão.

Téspias[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Téspias

Pausânias apresenta duas versões sobre sua fundação da cidade e a origem do seu nome: em uma delas, Téspias era uma filha de Asopo; em outra, a cidade deriva seu nome de Téspio, um ateniense descendente de Erecteu[1]

Segundo Diodoro Sículo, Téspio era filho de Erecteu.[2]

Segundo Pseudo-Apolodoro, Téspio era casado com Megamede, filha de Arneus, com quem tinha cinquenta filhas;[3] em Diodoro Sículo, porém, suas cinquenta filhas são de suas várias esposas.[2]

Caçada ao leão de Citerão[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Leão de Citerão

Héracles tinha dezoito anos, e foi hospedado por Téspio quando foi caçar o Leão de Citerão, que estava atacando o gado de seu pai Anfitrião[Nota 1] e do rei Téspio.[4]

Toda noite, quando voltava da caçada, Héracles se deitava com uma filha diferente do rei, mas pensando que era a mesma; Téspio fez isso porque queria que suas cinquenta filhas tivessem filhos de Héracles.[3]

Netos de Téspio[editar | editar código-fonte]

Iolau, sobrinho de Héracles, liderou uma colônia grega para a Sardenha, composta por vários dos filhos téspios de Héracles.[5]

Notas e referências

Notas

  1. Héracles era filho de Zeus e Alcmena, esposa de Anfritrião, que o adotou como filho

Referências

  1. Pausânias (geógrafo), Descrição da Grécia, 9.26.6
  2. a b Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro IV, 29.2
  3. a b Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 2.4.10
  4. Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 2.4.9
  5. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro IV, 29.4

Referências