Termas de São Vicente

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal Portugal Termas de São Vicente 
  Freguesia  
Localização
Concelho PNF.png Penafiel
História
Fundação 28 de janeiro de 2013
Administração
Tipo Junta de freguesia
Presidente José Barbosa Soares (CDS-PP.PPD/PSD)
Características geográficas
Área total 10 km²
População total (2011) 4 905 hab.
Densidade 490,5 hab./km²

Termas de São Vicente é uma freguesia do concelho de Penafiel. A freguesia conta com uma área de 10 Km2 e uma população de 4905 pessoas, sendo a segunda freguesia mais populosa do concelho.

Esta freguesia resultou da fusão de 3 antigas freguesias do concelho: S.Miguel de Paredes, Pinheiro e Portela.

Infraestruturas[editar | editar código-fonte]

A freguesia dispõe de varias infraestruturas: • Centro de Saúde das Termas de S.Vicente • Posto da GNR das Termas de S.Vicente • Correios CTT • Escolas (pré-escolar ao 12º ano) • Equipamentos desportivos (modalidade principal: futebol) • Casa mortuária • Centro Social (em construção) • Junta de Freguesia • Fábricas (sobretudo têxtil, produtos pirotécnicos, madeira, extração mineral entre outros) • Comércio Diverso • Equipamentos hoteleiros • Comércio Diverso • Equipamentos médicos (centro de saúde, clínicas privadas, farmácias) • Comércio Diverso

Tradições[editar | editar código-fonte]

Festas e Romarias: São Vicente ( 22 de Janeiro); Santo António (13 de Junho ou no Domingo mais próximo); S.Miguel Arcanjo (Setembro), Sra. das Neves (5 de Agosto), S.Paio (Junho).

Pontos de Interesse[editar | editar código-fonte]

Termas de S.Vicente[editar | editar código-fonte]

As Termas de S.Vicente são a principal atracão turística da freguesia, tendo até dando o nome à mesma, e também do próprio concelho de Penafiel.

Já nas mais antigas civilizações, as águas da Termas de São Vicente sempre tiveram uma mais valia na qualidade das suas águas, descobertas pelos Romanos, no ano 315 d.c., e mantêm até hoje intactas a qualidade da água e também do balneário Luso-Romano. Com a recente remodelação e também ampliação do balneário termal, foi construída uma piscina dinâmica termal, onde se pode usufruir nesta piscina de vários tratamentos: jacuzzi, cascatas, contra-correntes, cama e banco de aerobanho, hidromassagem sequencial, corredor de marcha, jet stream, pescoço de cisne e leque, etc... As Termas de São Vicente têm dos melhores equipamentos para tratamentos no ORL, nomeadamente, aerossol ultrassónico e monossónico, irrigação nasal, pulverização, nebulização, inalação nasal e bucal, etc... Foram construídas duas salas vip´s com banheiras diferentes na grandeza, para banhos de água termal, a dois, beneficiando a mente, com um controlo de luzes em tecto estrelado, havendo massagens com pedras quentes, vinhoterapia, anti-stress, anti-celulite, massagem oriental, especial romance a dois, chromoterm com envolvência, massagem com óleo de vinho e óleo de chocolate, massagem com óleos essenciais, duche de vichy geral e hidratante, banho de aromaterapia e duche de agulheta/cachão e circular, etc... Beneficiando ainda do Palace Hotel & Spa, renovado e ampliado e inserido no majestoso Parque das Termas de São Vicente, os utentes podem beneficiar do acesso directo do Hotel ao Balneário Termal e ao Spa Termal, sem ter que vir pelo exterior.

O grande elemento diferenciador das Termas de São Vicente é a característica e qualidade da sua água, sendo uma das mais sulfúreas sódicas, fortes, hipomineralizadas, carbonadas sódicas (alcalinas) silicatadas, e fluoretadas da Europa. São tidas como as mais alcalinas entre as águas sulfúreas de Portugal e da Europa. A sua temperatura é de 18,5ºC.

Indicações: Afecções das vias respiratórias e do aparelho musculo-esquelético.

Ruínas e piscinas exteriores municipais[editar | editar código-fonte]

Mesmo ao lado das Termas de São Vicente podemos encontrar ruínas das termas romanas, que datam do século V D.C.

Adjacente ao parque termal podemos encontrar as piscinas exteriores municipais, abertas a todo o público.

Outros locais de Interesse[editar | editar código-fonte]

• Igreja Paroquial • Capela de S.Salvador • Capela de Santo António • Quinta das Quintas • Quinta de Outeiro de Velhas • Casa de Nogal  • Casa Libaninha • Igreja de Paredes

Tradições[editar | editar código-fonte]

Festas e Romarias: São Vicente ( 22 de Janeiro); Santo António (13 de Junho ou no Domingo mais próximo); S.Miguel Arcanjo (Setembro)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]