Terrabacteria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Terrabacteria é um táxon com cerca de dois terços (6.157 sp.) das espécies de bactérias, incluindo os filos gram-positivos Actinobacteria e Firmicutes, bem como os filos Cyanobacteria, Chloroflexi e Deinococcus-Thermus.[1] [2]

Os membros da Terrabacteria possuem adaptações importantes, tais como a resistência a riscos ambientais (por exemplo, a dessecação, radiação ultravioleta, e alta salinidade) e fotossíntese aeróbica. Além disso, as propriedades únicas da parede celular dos táxons gram-positivos, que provavelmente evoluiram em resposta às condições terrestres, têm contribuído para a patogenicidade em muitas espécies.[2]

O termo Terrabacteria foi proposto em 2004 para incluir os grupos Actinobacteria, Cyanobacteria, e Deinococccus-Thermus [1] e mais tarde foi expandido para incluir os Firmicutes e Chloroflexi.[2] Outras análises filogenéticas têm apoiado a estreita relação destes filos.[3] A maioria das espécies de procariontes que não foi inserida na Terrabacteria, foram atribuídos ao táxon Hydrobacteria (3.203 sp.),[2] em referência ao ambiente úmido inferido para o ancestral comum de tais espécies. Os dois grupos divergiram a cerca de 3 bilhões de anos atrás, sugerindo que a terra (continentes) tinham sido colonizada por procariontes naquela época. Juntos, Terrabacteria e Hydrobacteria formam um grande grupo, que inclui 99% (9.360 sp.) de todas as Eubacteria, denominado Selabacteria, em alusão a suas habilidades fototróficas (selas = luz).[4]

Terrabacteria não deve ser confundido com o táxon recentemente descrito "Glidobacteria",[5] que inclui apenas alguns membros do Terrabacteria, excluindo Firmicutes e Actinobacteria, e não é suportada por dados moleculares filogenéticas.[2]

Referências

  1. a b BATTISTUZZI, F.U.; FEIJÂO, A.; HEDGES, S.B. (2004). A genomic timescale of prokaryote evolution: insights into the origin of methanogenesis, phototrophy, and the colonization of land. BMC Evolutionary Biology 4: 44.
  2. a b c d e BATTISTUZZI, F.U.; HEDGES, S.B. (2009). A major clade of prokaryotes with ancient adaptations to life on land. Molecular Biology Evolution 26 (2): 335–43. doi:10.1093/molbev/msn247
  3. BERN, M.; GOLDBERG, D. (2005). Automatic selection of representative proteins for bacterial phylogeny. BMC Evolutionary Biology 5 (1): 34. doi:10.1186/1471-2148-5-34
  4. BATTISTUZZI, F. U.; HEDGES, S. B. Eubacteria. pp. 106-115 In Hedges, S.B.; Kumar, S. (Eds) The Timetree of Life. Oxford University Press: New York, 2009.
  5. CAVALIER-SMITH, T. (2006). Rooting the tree of life by transition analyses. Biology Direct 1: 19. doi:10.1186/1745-6150-1-19