The Buccaneer (1938)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
The Buccaneer
Lafitte, o Corsário[1] (BR)
 Estados Unidos
1938 •  pb •  126 min 
Direção Cecil B. DeMille
Roteiro Harold Lamb
Edwin Justus Mayer
C. Gardner Sullivan
Lyle Saxon (livro)
Elenco Fredric March
Franciska Gaal
Akim Tamiroff
Margot Grahame
Walter Brennan
Género filme de aventura
filme de drama
filme de guerra
filme de ficção histórica
filme biográfico
Idioma língua inglesa
Página no IMDb (em inglês)

The Buccaneer (br Lafitte, o Corsário) é um filme estadunidense de 1938, dos gêneros aventura, guerra, drama e ficção histórica, dirigido e produzido por Cecil B. DeMille para a Paramount Pictures. O roteiro de Harold Lamb, Edwin Justus Mayer e C. Gardner Sullivan adaptou o livro Lafitte the Pirate de Lyle Saxon, que conta a histórica participação de Jean Lafitte na Batalha de Nova Orleans durante a Guerra de 1812. A trilha sonora é de George Antheil e a fotografia em preto e branco é de Victor Milner.

Em 1958, Cecil B. DeMille produziu uma refilmagem em Technicolor e VistaVision com o mesmo título. Devido a saúde debilitada ele deixou a direção para Anthony Quinn. Douglass Dumbrille aparece em ambas as produções.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Durante a Guerra de 1812, os britânicos derrotam os americanos no norte e planejam invadir Nova Orleans para acabarem com o que restou do exército do país, comandado pelo General (e futuro presidente) Andrew Jackson. Eles buscam a ajuda do pirata Jean Lafitte que conhece a região e domina o contrabando no lugar que chama de Barataria na Luisiana. Mas Lafitte quer se casar com a aristocrata Annette de Remy e decide apoiar as tropas americanas sob a condição de ser perdoado pelos seus crimes. É traido e sua base em Barataria é bombardeada por navios de guerra americanos que ele pensava serem aliados e mesmo assim não responde ao fogo. Quando o General Andrew Jackson chega para a batalha decisiva em Nova Orleans, ele aceita o apoio de Lafitte e de seus homens sobreviventes. O pirata imagina que com isso conseguirá ser enfim perdoado pelos americanos e se casar com Annette.

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. «Lafitte, o Corsário». Brasil: AdoroCinema. Consultado em 12 de outubro de 2018. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.