Thomas Martin Lowry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde maio de 2010)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Thomas Martin Lowry

Thomas Martin Lowry (Bradford (West Yorkshire), Inglaterra, 26 de outubro de 1874 - 2 de novembro de 1936) foi um físico-químico britânico que se notabilizou principalmente por haver formulado independentemente, porém de forma simultânea, com o colega físico-químico dinamarquês Johannes Nicolaus Brønsted uma nova teoria ácido-base com fundamento em doação/recepção protônica, teoria que veio a receber o nome conjugado de Teoria ácido-base de Brønsted-Lowry.

Vida e obra[editar | editar código-fonte]

Estudou Química sob a direção de Henry Armstrong, tendo-se tornado seu assistente em 1896. Embora os interesses científicos de Armstrong fossem primariamente química orgânica, o então discípulo foi também iniciado no estudo da natureza dos íons em soluções aquosas.

Dois anos mais tarde, descobriu a mutarrotação (de fato, criou esse termo para descrever o fenômeno), ao verificar atividade ótica na molécula da substância nitro-d-cânfora. Ministrou aulas em Westminster Training College de 1906 a 1912, mudando-se depois para a Guy's Hospital Medical School. Tornou-se professor de Química e presidente do Departamento de Química em 1913, tendo sido o primeiro professor em Química numa escola médica londrina. Juntou-se como membro da Royal Society no ano seguinte, e foi, em 1920, o primeiro professor em Físico-química da Universidade de Cambridge.

A teoria protônica ácido-base[editar | editar código-fonte]

Ele estudou as variações de rotação ótica causadas por reações catalisadas por ácidos e/ou por bases que envolviam derivados de cânfora. Isso veio a possibilitar-lhe a formulação do modelo protônico para caracterização de ácidos e bases em 1923 — trabalho que foi independente, porém simultaneamente desenvolvido também pelo colega físico-químico dinamarquês Johannes Nicolaus Brønsted. O novo conceito, pois, o novo modelo e a nova teoria ácido-base com fundamento em doação/recepção protônica, veio a receber o nome conjugado de Teoria ácido-base de Brønsted-Lowry. Lowry prosseguiu trabalhando em Cambridge até o fim dos seus dias.

Fontes[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]