Johannes Nicolaus Brønsted

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Johannes Nicolaus Brønsted
Físico-química
Dados gerais
Nacionalidade Dinamarca Dinamarquês
Residência  Dinamarca
Nascimento 22 de fevereiro de 1879
Local Varde
Morte 17 de dezembro de 1947 (68 anos)
Local Varde,
Dinamarca
Atividade
Campo(s) Físico-química
Instituições Universidade de Copenhague
Conhecido(a) por Teoria ácido-base de Brønsted-Lowry, equação catalítica de Brønsted
Prêmio(s) Medalha H. C. Ørsted (1928)

Johannes Nicolaus Brønsted (Varde, 22 de fevereiro de 1879 — Varde, 17 de dezembro de 1947) foi um físico-químico dinamarquês, que se notabilizou principalmente por formular uma das teorias para reações ácido-base, que, pelo trabalho independente e simultâneo, de mesmo objeto, por parte do colega cientista britânico Thomas Martin Lowry, leva o nome de Teoria ácido-base de Brønsted-Lowry.[1]

Brønsted realizou também expressivas contribuições na termodinâmica, notadamente na termoquímica. Porém, formular a teoria ácido-base protônica que leva também o seu nome é que efetivamente o imortalizou na comunidade científica.

Vida e obra[editar | editar código-fonte]

Em 1899 obteve grau em engenharia química e, em 1908, o grau de PhD, ambos os títulos pela Universidade de Copenhague. Logo após foi nomeado professor de química inorgânica e físico-química em Copenhague.[2][3][4]

Em 1906 publicou o primeiro de seus vários artigos sobre afinidade eletrônica. Em 1923 (independente porém simultaneamente com o químico britânico Thomas Martin Lowry) ele apresentou a sua "teoria protônica" como nova teoria para reações ácido-base. Nesse mesmo ano Gilbert Newton Lewis também propôs a sua teoria eletrônica como alternativa nova teoria para as reações ácido-base. Ambas as teorias são usadas na ciência físico-química, para explicar adequadamente os mecanismos intervenientes nessas reações.

Brønsted veio a tornar-se uma autoridade em reações químicas de catálise, nas quais intervenham ácidos e/ou bases. Com efeito, a chamada equação catalítica de Brønsted deve-lhe o nome.

Na Segunda Guerra Mundial, opôs-se ao partido nazista e, assim, eleito para o parlamento dinamarquês. Porém, em razão de enfermidade, não pode tomar seu assento lá. Morreu pouco depois de eleito.

A teoria ácido-base protônica[editar | editar código-fonte]

Conhecido em razão da acentuada acolhida de sua teoria (em conjunto com o colega cientista Lowry, T. M.) de doação protônica. Brønsted teorizou que um átomo de hidrogénio (sempre encontrado num ácido — "ácido", aqui, na acepção comum: externa, macroscópica), ioniza-se ao ser o ácido dissolvido em água: "perde", pois, o seu elétron único e vem a tornar-se, de fato, apenas um próton remanescente. Nisso consiste a característica (ou a capacidade) do ácido em se tornar um doador de prótons (um ou mais, a depender da sua estrutura química). Doutro lado, o íon hidroxila (OH) — que ocorre pela dissolução e subsequente dissociação iônica de um álcali (ou base), em razão da elevada eletroafinidade do conjunto "OH" (devida principalmente ao oxigénio) — retem o elétron ligante e, dessa forma, opera como um receptor protônico. De fato, a recombinação de um aníon hidroxila com um catíon hidrogénio resulta precisamente água: é a neutralização.

A escala pH pode ser interpretada como uma escala de valores de potencial de hidrogénio em forma iônica, ou, como se usa dizer, uma escala de valores de potencial hidrogeniônico, e essa definição foi concebida precisamente com base no trabalho de Brønsted e Lowry.

Referências

  1. Arthur Greenberg A chemical history tour: picturing chemistry from alchemy to modern molecular science, John Wiley & Sons, 2000 ISBN 0-471-35408-2
  2. Books Llc, University of Copenhagen Alumni: Niels Bohr, Piet Hein, Søren Kierkegaard, Ole Rømer, Tycho Brahe, Wilhelm Johannsen, Johannes Nicolaus Brønsted, Otto Jespersen, Bjørn Lomborg, Adam Oehlenschläger, Aage Bohr, Nicolas Steno, Thomas Fincke, Rasmus Bartholin, Ludvig Holberg , General Books LLC, 2010 ISBN 1-156-62320-0
  3. J. N. Brønsted, Niels Bjerrum, Kemisk Forening, J.N. Brønsted and Niels Bjerrum: A Centenary Report, Universidade de Copenhague, 1984 ISBN 8-787-84816-3
  4. Emily J. McMurray, Jane Kelly Kosek, Roger M. Valade, Notable Twentieth-century Scientists: A-E Gale Research, 1995 ISBN 0-810-39182-1

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.