Timoteo Viti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Timoteo Viti
Nascimento 1469
Urbino
Morte 1523 (54 anos)
Urbino
Ocupação pintor
Movimento estético Escola úmbria
Altar em Cagli

Timoteo Viti (Urbino, 1469 – Urbino, 1523), às vezes chamado de Timoteo della Viti ou Timoteo da Urbino,[1] foi um pintor italiano do Renascimento intimamente associado a Rafael.

Nascido em Urbino, Viti era neto do pintor Antonio Alberti. De acordo com Vasari e Carlo Cesare Malvasia, Viti foi aprendiz de Francesco Francia em Bolonha entre 1490 e 1495. Substituiu, em 1495, Giovanni Santi, pai de Rafael na corte de Urbino e permaneceu amigo do pintor e de sua família, tendo seus descendentes vendido vários desenhos de Rafael a Pierre Crozat no século XVII.[2]

Em 1503, Viti trabalhou em Urbino para Cesare Borgia e Guidobaldo I de Montefeltro e também em Siena. Em 1514, trabalhou com Rafael nos afrescos da Capela Chigi Chapel na Igreja de Santa Maria della Pace em Roma. De acordo com Vasari, Timoteo, além de artista, era poeta e músico. Era também politicamente ativo em Urbino. Serviu como magistrado em 1508 e magistrado chefe em 1513.

Referências

  1. Esses nomes são usados e variantes - Vito, Vite, etc. Getty Union Artist Name Index
  2. Catherine Whistler, Drawings by Michelangelo and Raphael, p.7, 1990, Museu Ashmolean, ISBN 1-85444-002-0.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Timoteo Viti

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.