To-y

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
To-y
トーイ
Tō-i
Capa do sexto volume do mangá.
Informações gerais
Gêneros Musical[1]
Mangá
Escrito e ilustrado por Atsushi Kamijo
Editoração Shogakukan
Impressão Shōnen Sunday Comics
Revistas Weekly Shōnen Sunday
Demografia Shōnen
Período de publicação 3 de abril de 1985 – 25 de março de 1987
Volumes 10
OVA
Direção Mamoru Hamatsu
Roteiro Izo Hashimoto
Música Masaya Matsuura
Estúdio de animação Studio Gallop
Lançamento 1 de outubro de 1987
Episódios 1
Duração 55 min.
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

To-y (トーイ Tō-i?) é um mangá japonês escrito e ilustrado por Atsushi Kamijo. Foi serializado na revista Weekly Shōnen Sunday de 1985 a 1987, com os capítulos coletados tendo ao todo 10 volumes. Conta a história do GASP, uma banda underground de punk rock, e sua tentativa de conseguir um contrato de gravação e atingir o estrelato. To-y foi adaptado para uma animação em vídeo original (OVA) em 1987.

Enredo[editar | editar código-fonte]

A história segue To-y Fujii (藤井冬威?), vocalista do GASP, e suas tentativas de não se esgotar durante sua ascensão na indústria fonográfica. A história também segue o relacionamento crescente de To-y com Niya Yamada (山田二矢?), enquanto os dois encontram conforto um no outro quando são rejeitados pela sociedade.

Mídia[editar | editar código-fonte]

Mangá[editar | editar código-fonte]

To-y foi escrito e ilustrado por Atsushi Kamijo. Foi serializado na revista da editora Shogakukan, Weekly Shōnen Sunday, de 3 de abril de 1985 a 25 de março de 1987.[2][3] A Shogakukan compilou seus capítulos individuais em dez volumes de tankōbon lançados de 18 de setembro de 1985 a 18 de junho de 1987. A Shogakukan publicou novamente a série em seis volumes de bunkoban entre 17 de janeiro e 16 de maio de 1997.[4][5] Ela relançou a série em uma edição deluxe de cinco volumes para seu 30º aniversário entre 21 de dezembro de 2015 e 25 de abril de 2016.[6][7]

Lista de volumes
Data de lançamento (Japonês) ISBN (Japonês)
1 18 de setembro de 1985[4]ISBN 4-09-121351-0
2 18 de novembro de 1985[8]ISBN 4-09-121352-9
3 18 de janeiro de 1986[9]ISBN 4-09-121353-7
4 18 de março de 1986[10]ISBN 4-09-121354-5
5 18 de junho de 1986[11]ISBN 4-09-121355-3
6 18 de setembro de 1986[5]ISBN 4-09-121356-1
7 18 de novembro de 1986[12]ISBN 4-09-121357-X
8 18 de fevereiro de 1986[13]ISBN 4-09-121358-8
9 18 de abril de 1986[14]ISBN 4-09-121359-6
10 18 de junho de 1987[15]ISBN 4-09-121360-X

Animação de vídeo original (OVA)[editar | editar código-fonte]

O mangá foi adaptado em um vídeo de animação original (OVA) que foi lançado em 1987 em VHS, LaserDisc, Betamax e Video High Density. Foi dirigido por Mamoru Hamatsu, com desenhos de personagens de Naoyuki Onda e direção de arte de Shichirō Kobayashi. Masaya Matsuura ficou encarregado da trilha sonora, e sua banda Psy-S forneceu as canções-tema; "Lemon no Yūki" (Lemonの勇気?) e "Cubic Lovers".[16]

Legado[editar | editar código-fonte]

To-y foi um pioneiro em mangás com temas de bandas e influenciou outras séries de mangás como Beck e Nana.[17]

Em 2007, Justin Sevakis da Anime News Network, relatou que uma restauração digital quadro a quadro do OVA de To-y estava sendo feita por fãs. Ele citou como a primeira restauração de fãs na comunidade de anime.[16]

A banda de rock visual kei Penicillin tomou seu nome do grupo fictício Penicillin Shock que aparece em To-y, e intitulou seu primeiro álbum com este nome.[18] Em 2015, Atsushi Kamijo desenhou a capa do álbum do Penicillin Memories ~Japanese Masterpieces~.[19]

Referências

  1. «Ask John: How Popular is Music Themed Anime?». AnimeNation Anime News Blog (em inglês). 26 de julho de 2004. Consultado em 22 de maio de 2021 
  2. 週刊少年サンデー 1985年 表示号数16. Media Arts Database (em japonês). Agência de Assuntos Culturais. Consultado em 29 de março de 2020 
  3. 週刊少年サンデー 1987年 表示号数15. Media Arts Database (em japonês). Agência de Assuntos Culturais. Consultado em 29 de março de 2020 
  4. a b TO-Y / 1 (em japonês). Shogakukan. Consultado em 11 de abril de 2020. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2004 
  5. a b TO-Y / 6 (em japonês). Shogakukan. Consultado em 11 de abril de 2020. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2004 
  6. To-y 30th AnniversaryEdition 1 (em japonês). Shogakukan. Consultado em 11 de abril de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  7. To-y 30th AnniversaryEdition 5 (em japonês). Shogakukan. Consultado em 11 de abril de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  8. TOーY 2 (em japonês). Shogakukan. Consultado em 11 de abril de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  9. TOーY 3 (em japonês). Shogakukan. Consultado em 11 de abril de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  10. TOーY 4 (em japonês). Shogakukan. Consultado em 11 de abril de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  11. TOーY 5 (em japonês). Shogakukan. Consultado em 11 de abril de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  12. TOーY 7 (em japonês). Shogakukan. Consultado em 11 de abril de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  13. TOーY 8 (em japonês). Shogakukan. Consultado em 11 de abril de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  14. TOーY 9 (em japonês). Shogakukan. Consultado em 11 de abril de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  15. TOーY 10 (em japonês). Shogakukan. Consultado em 11 de abril de 2020. Cópia arquivada em 28 de outubro de 2020 
  16. a b Justin Sevakis (15 de março de 2007). «Buried Treasure To-y». Anime News Network. Consultado em 27 de outubro de 2014 
  17. マンガの常識を突き破った名作がよみがえる『To–y』&『SEX』上條淳士 インタビュー. Da Vinci (em japonês). Kadokawa Corporation. 6 de junho de 2017. Consultado em 14 de maio de 2020 
  18. «【インタビュー】PENICILLIN、初のカバー集完成「高校時代の俺をビックリさせたい」». Barks (em japonês). Japan Music Network. 18 de março de 2015. Consultado em 11 de abril de 2020 
  19. «"TO-Y" Manga Artist Draws Visual-kei Band PENICILLIN's Latest Album Jacket». Crunchyroll (em inglês). 3 de março de 2015. Consultado em 5 de outubro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]