Tomas Radzinevičius

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Tomas Radzinevičius
Informações pessoais
Data de nasc. 5 de junho de 1981 (41 anos)
Local de nasc. Marijampolė, Lituânia
Nacionalidade lituano
Altura 1,83 m
destro
Informações profissionais
Período em atividade 1997–
Clube atual FK Velké Hamry
Número 12
Posição atacante
Clubes de juventude
1993–1997 FK Suduva
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1997–2005
2006–2007
2007–2008
2005–2008
2009–2010
2010
2010–2011
2011
2011–2013
2013–2017
2017
2017–2018
2018–
FK Sūduva
Slovan Liberec
SK Kladno (emp.)
SK Budejovice (emp.)
Odra Wodzisław
FK Banik Sokolov
FK Trinec
MFK Karviná
SFC Opava
FK Sūduva
Valletta FC
TJ Chrastava
FK Velké Hamry
{{{jogos(golos)}}}
Seleção nacional
2003–2016 Lituânia {{{partidasselecao}}}

Tomas Radzinevičius (Marijampolė, 5 de junho de 1981) é um futebolista lituano que atua como atacante. Atualmente, joga pelo FK Velké Hamry, clube da 4 divisão tcheca.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Começou a carreira aos 12 anos no FK Suduva, em 1993,[1] clube que o revelou e ficou por 7 temporadas.[2]

Slovan Liberec[editar | editar código-fonte]

Depois de jogar por 7 anos na Lituânia, Tomas chegou com status após ser artilheiro do país no ano de 2005 com 25 gols[3] e melhor jogador do Campeonato Lituano de 2004-05,[2] mudou-se para o Slovan Liberec, da Chéquia, que pagou o equivalente a 450.000 mil euros na transferência.[4] Ganhou o campeonato tcheco em 2006 com Slovan, sendo esse apenas o 2° na história do clube.[5]

Ele foi emprestado 2 vezes pelo Slovan: o SK Kladno e o FK Budejovice, mas seu desempenho não foi convincente.[4] No verão de 2009, seu contrato terminou, e Radzinevičius foi de graça ao Odra Wodzislaw, da Polônia, que disputava a Ekstraklasa (1° divisão polonesa) na época. Voltou à Chéquia na temporada seguinte, vestindo 3 clubes diferentes da segunda divisão checa: MFK Karvina, FK Trinec e o Baník Sokolov, antes de ingressar no SFC Opava, também na segunda divisão.[6]

SFC Opava[editar | editar código-fonte]

No ano de 2011-12, Radzinevičius marcou 11 gols em 27 partidas, convencendo o clube de Silésia a mantê-lo por mais um ano.[2]

Suduva[editar | editar código-fonte]

Em 2013, voltou para o FK Suduva, clube onde iniciou a carreira. Fez uma excelente temporada 2014-15, figurando entre o top 3 artilheiros da Europa na temporada,[7] além de ser artilheiro do campeonato lituano com 28 gols em 33 jogos e ser eleito o melhor jogador da competição pela segunda vez.[2]

Valletta FC[editar | editar código-fonte]

Chegou ao Valletta FC no decorrer da temporada 2016–17, e das 20 partidas restantes, jogou apenas 6, mas contribuiu com 1 gol e 3 assistências.[2]

Aposentadoria e futebol amador[editar | editar código-fonte]

Tj Chrastava[editar | editar código-fonte]

Encerrou a carreira em clubes profissionais aos 36 anos, mas ainda joga por times amadores. da Chequia, sendo anunciado pelo TJ Chrastava na temporada 2017–18.[3]

FK Velké Hamry[editar | editar código-fonte]

Foi anunciado pelo Velké Hamry em 2018, para a disputa da 4. liga, 4° divisão da Chéquia.[1]

Seleção nacional[editar | editar código-fonte]

Foi convocado pela primeira vez para a Seleção Lituana em 12 de fevereiro de 2003, contra a Letônia,[8] jogo que sua seleção perdeu por 2 a 1.[9]

Foi campeão da Copa Báltica de 2005, ao vencer a Letônia na final por 2 a 0.[10]

Foi convocado para a disputa de 2 jogos das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010, contra Romênia e Áustria.[11]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Coletivo[editar | editar código-fonte]

Slovan Liberec[editar | editar código-fonte]

Seleção Letônia[editar | editar código-fonte]

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

FK Suduva[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Březinová, Dagmar (31 de agosto de 2018). «Profesionál z Litvy obléká dres hamrovského áčka». Jablonecký deník (em checo). Consultado em 14 de março de 2021 
  2. a b c d e «Kde je mu konec? Radzinevičius s Libercem vyhrál titul, v první lize se ale nikdy pořádně neprosadil». Ruik (em checo). 11 de abril de 2020. Consultado em 14 de março de 2021 
  3. a b Cihlář, Miloslav (1 de agosto de 2017). «Tomas Radzinevičius posílil divizní Spartak Chrastava». Liberecký deník (em checo). Consultado em 14 de março de 2021 
  4. a b «Tomas Radzinevičius - Fotbal». iDNES.cz. Consultado em 14 de março de 2021 
  5. Trivela, Equipe (15 de junho de 2006). «Slovan Liberec: Uma alternativa a Praga». Trivela. Consultado em 14 de março de 2021 
  6. «MFK Karviná – Radzinevičius odchází do Opavy». www.mfkkarvina.cz. Consultado em 14 de março de 2021 
  7. «Lewandowski, Aubameyang e Radzinevičius são os melhores marcadores na Europa; Ronaldo divide o 25.º lugar com Jonas». Blogdemercado. Outubro de 2015 
  8. «Lituânia chama Jankauskas para jogo com a Letónia». TVI24. Consultado em 14 de março de 2021 
  9. «Letonia vs. Lituania - Reporte del Partido - 12 febrero, 2003 - ESPN». ESPNdeportes.com (em espanhol). Consultado em 14 de março de 2021 
  10. «Baltic Cup 2005». www.rsssf.com. Consultado em 14 de março de 2021 
  11. LFF. «Vietoje N.Radžiaus į rinktinę iškviestas T.Papečkys». DELFI (em lituano). Consultado em 15 de março de 2021