Tomografia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Imagem rotante do tomograma da ponta de um dedo obtida por tomografia de coerência ótica (OCT). O estrato córneo está no topo. Na base, estão partes superficiais da derme. Os dutos de suor são claramente visíveis.

Tomografia, também chamada de planigrafia e estratigrafia, é um exame médico radiológico que permite visualizar as estruturas anatômicas na forma de cortes. [1] É realizado por técnicos ou tecnólogos em radiologia.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

A palavra "tomografia" é derivada do grego antigo τόμος (tomos), que significa "corte" ou "fatia", e γράφω (graphō), que significa "escrever".

Descrição[editar | editar código-fonte]

É uma técnica assistida por computador, em que dados de diferentes perfis são combinados e calculados para formar imagens "em fatias" dos objetos analisados, sendo comum o seu uso, atualmente, em medicina. Os dados podem ser recolhidos através de diferentes técnicas:

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Tomografia

Referências

  1. FERREIRA. A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 687.

Ver também[editar | editar código-fonte]