Totò diabolicus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Totò diabolicus
Beatrice Altariba e Totò em uma cena do filme
 Itália
1962 •  pb •  100 min 
Realização Steno
Argumento Vittorio Metz, Roberto Gianviti
Elenco Totò, Nadine Sanders,
Género comédia
Idioma italiano
Página no IMDb (em inglês)

Totò diabolicus é um filme italiano de 1962, dirigido por Steno.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O marquês Galeazzo di Torrealta é encontrado assassinado na sua mansão. No cadáver, o assassino deixa uma nota com a sua assinatura, "Diabolicus". Mais tarde assassina também três irmãos da vítima, ficando só um herdeiro, Antonino, que decide deixar toda a herança a um pobre irmão, filho ilegítimo do pai. Este, Pasquale Buonocore, encontra-se de momento na cadeia, preso por roubo. Quando sai vai residir numa vivenda de luxo, recebendo protecção especial da polícia, que pensa que ele será a próxima vítima.

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme do cinema italiano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.