Treze Cascaes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Treze cascaes é um livro de contos, publicado em 2008 para homenagear o professor Franklin Cascaes no centenário de seu nascimento. [1]

Organização da obra[editar | editar código-fonte]

Coletânea de 13 escritores de Santa Catarina, abordando a magia da cultura açoriana, tema que sempre interessou o pesquisador Franklin Cascaes, que durante mais de 30 anos trabalhou para registrar manifestações culturais que estavam desaparecendo da Ilha de Santa Catarina.[2] O tema dos contos envolve histórias míticas em torno de bruxas, herança cultural açoriana.

A obra que pertence à literatura contemporânea de Santa Catarina e tem seus contos recriados em cima das histórias de "seo Frankolino" (como Cascaes era conhecido na cidade) foi compilado nesse livro por iniciativa de Flávio José Cardoso e Salim Miguel visando além de homenagear o homem de grande importância cultural, também resgatar a cultura e lendas do povo catarinense.

Os autores e seus contos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Domotica.Net. «Mindmap de Treze Cascaes». Consultado em 2 de agosto de 2011 
  2. Skoob. «Treze Cascaes,». Consultado em 2 de agosto de 2011 
  3. Grupo RBS (3 de junho de 2008). «Adolfo Boos Jr. promove leitura de "O Presépio"». A Notícia, nº 62. Consultado em 2 de agosto de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]