Silveira de Souza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Silveira de Souza
Nome completo João Paulo Silveira de Souza
Nascimento 27 de julho de 1933 (86 anos)
Florianópolis
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Ocupação Jornalista, tradutor e cronista
Principais trabalhos O Cavalo em Chamas (1981)

João Paulo Silveira de Souza (Florianópolis, 27 de julho de 1933) é um jornalista, tradutor e cronista brasileiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Teve várias funções: professor de matemática do Instituto Estadual de Educação e da Escola Técnica Federal de Santa Catarina, diretor da Divisão de Informação e Divulgação do Departamento de Extensão Cultural da UFSC e coordenador das Edições FCC da Fundação Catarinense de Cultura[1].

É membro da Academia Catarinense de Letras, ocupando a cadeira 33.

Publicações selecionadas[editar | editar código-fonte]

  • O Vigia e a Cidade, 1960
  • Uma Voz na Praça, 1962
  • Quatro Alamedas, 1976
  • Os Pequenos Desencontros, 1977
  • O Cavalo em Chamas, 1981
  • Canário de Assobio, 1985
  • Rumor de Folhas, 1966
  • Relatos Escolhidos, 1998
  • Contas de Vidro, 2002
  • Janela de Varrer, 2006
  • Ecos no porão: contos selecionados pelo autor (2010-2011)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Renato de Medeiros Barbosa
Logo academia.gif ACL - cadeira 33
Sucedido por


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.